Fernando de Noronha realiza teste de covid-19 em turistas

|

Após o anúncio da reabertura total do Turismo em Fernando de Noronha, a administração da ilha, através das Superintendências de Saúde e de Infraestrutura, está montando uma tenda provisória na área externa do aeroporto para a testagem dos turistas que estiverem deixando a ilha. A estrutura foi idealizada para a testagem da covid-19 nos turistas que ficarão em Noronha até cinco dias. Além desse suporte, também está sendo instalada uma tenda no entorno da Unidade de Saúde da Família para testar moradores, prestadores de serviços e turistas que passarem mais de cinco dias na ilha. O exame, antes do retorno ao continente, faz parte do protocolo estabelecido para esta fase da retomada do Turismo.

Os turistas que deixarem Noronha até cinco dias após a chegada serão direcionados à tenda para a realização do exame RT-PCR (nariz e garganta) antes do embarque, para que haja um controle da Vigilância em Saúde sobre uma possível contaminação comunitária. Já os turistas que forem permanecer por mais de cinco dias na ilha serão direcionados à Unidade de Saúde da Família para a testagem no quinto dia da viagem. Moradores e trabalhadores, que ficam por mais tempo no arquipélago, serão testados também na Unidade, 72h depois do desembarque em Noronha.
Divulgação
O objetivo da tenda provisória montada na área externa do aeroporto é realizar testes de covid-19 em turistas que estiverem deixando a ilha
O objetivo da tenda provisória montada na área externa do aeroporto é realizar testes de covid-19 em turistas que estiverem deixando a ilha
“Em virtude da reabertura da ilha, estabelecido pelo Governo do Estado, a estrutura provisória montada na área externa do aeroporto é mais um avanço da administração para seguir intensamente o protocolo de segurança. Nosso objetivo é manter todos os cuidados possíveis para evitar a disseminação do coronavírus, pois não se detecta mais contaminação comunitária desde maio. Essas tendas darão um grande suporte à equipe de saúde que coletará os exames e também vão evitar aglomerações entre as pessoas testadas”, afirma o superintendente de Saúde, Fernando Magalhaes.

A reabertura total da Ilha será a partir do dia 10 de outubro. O visitante precisará apresentar, no desembarque, o teste negativo para covid-19, realizado 24h antes do embarque no continente ou no dia da viagem. Caso não saia a tempo, o visitante ficará isolado no local da hospedagem até que receba o resultado do teste. Também no desembarque, será feita a medição de temperatura nos visitantes e não será permitida a entrada de pessoas com sintomas de febre. O uso de máscaras em locais públicos é obrigatório. Durante o período de estada na ilha, turistas também precisarão baixar o aplicativo Dycovid (Dynamic Contact Tracing), do Governo Estadual, que notifica o usuário da ocorrência de um contato de alto risco, dando melhor rastreabilidade e controle da doença.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA