Chile prorroga fechamento das fronteiras até 30 de junho

|


Divulgação
As medidas para as pessoas que entram no país permanecem as mesmas
As medidas para as pessoas que entram no país permanecem as mesmas
O governo do Chile decidiu prorrogar o fechamento das fronteiras para turistas até o dia 30 de junho, após um novo balanço da situação da covid-19 no país. A restrição, que começou em 1º de abril, havia sido estendida até o dia 15 de junho.

A medida proíbe a entrada de estrangeiros não residentes no Chile, com exceção daqueles autorizados pela autoridade consular chilena no país de origem. As viagens ao Exterior estão restritas tanto para cidadãos quanto para estrangeiros residentes, exceto por razões humanitárias urgentes. Além disso, quem entra no Chile deve realizar uma quarentena obrigatória em um hotel por um período mínimo de cinco dias.

Segundo o Serviço Nacional de Turismo (Sernatur), foram notificados 6.958 novos casos de covid-19, totalizando 1.434.884 pessoas infectadas no país. Em relação ao plano de vacinação, o Ministério da Saúde do Chile informou que, até o dia 6 de junho, um total de 11.047.640 pessoas foram vacinadas, sendo 8.429.205 com as duas doses.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA