Portugal derruba obrigatoriedade do uso de máscaras ao ar livre

|


PANROTAS / Alex Souza
Máscara segue sendo obrigatória dentro dos transportes coletivos, como ônibus e metrô
Máscara segue sendo obrigatória dentro dos transportes coletivos, como ônibus e metrô
Mais de 300 dias depois, esta segunda-feira (13) marca o primeiro dia sem a obrigatoriedade do uso de máscaras ao ar livre em Portugal. A flexibilização na medida de segurança contra a covid-19 acontece em um contexto no qual o país europeu está prestes a se tornar o "mais vacinado do mundo", de acordo com o observatório Our World in Data, da Universidade de Oxford. Portugal está reaberto a brasileiros, mesmo não-vacinados, desde que apresentem teste negativo para covid-19.

Com o cenário da pandemia mais controlado e a vacinação avançando, a Direção-Geral da Saúde (DGS), órgão responsável pelas regulamentações na área em Portugal, afirma que vai readequar as orientações, mantendo apenas a recomendação do uso opcional de máscaras ao ar livre em "situações especiais, nomeadamente aglomerados previsíveis ou potenciais de pessoas, contextos específicos e situações clínicas particulares", diz a nota divulgada pela agência de notícias RFI.

A máscara segue sendo obrigatória dentro dos transportes coletivos - como ônibus e metrô - e no interior de órgãos públicos, supermercados, centros comerciais, lojas, cabeleireiros e restaurantes. Nas escolas, o uso é compulsório para educadores e alunos a partir dos 10 anos de idade.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA