Reino Unido aceitará todas as vacinas aplicadas no Brasil

|


Rovena Rosa/Agência Brasil
Coronavac será aceita na Inglaterra
Coronavac será aceita na Inglaterra

A partir de 22 de novembro, o Reino Unido vai aceitar visitantes internacionais vacinados com Coronavac e todos os outros imunizantes aplicados no Brasil. O secretário de Transportes britânico, Grant Shapps, comunicou que todas as vacinas aprovadas na lista emergencial da Organização Mundial da Saúde (OMS) serão reconhecidas pelo seu governo.

Coronavac (Sinovac), Pfizer, Janssen e AstraZeneca, portanto estarão liberadas no Reino Unido a partir de 22 de novembro. "Este será mais um grande passo na reabertura de nosso Turismo globalmente", afirmou Shapps, de carona na comemoração da reabertura do Reino Unido para os norte-americanos.

VACINADOS - O QUE É NECESSÁRIO PARA ENTRAR NO REINO UNIDO

Pelo menos 14 dias são necessários para embarcar à Inglaterra depois de tomar a segunda dose (ou dose única, no caso da Janssen) das vacinas. O comprovante de vacinação deve ser apresentado em inglês, francês ou espanhol. O governo britânico aceita a apresentação do comprovante ConecteSus em inglês.

Flicker
Londres, o principal destino do Reino Unido
Londres, o principal destino do Reino Unido
Ainda assim, o visitante, mesmo que vacinado, terá de agendar e pagar por um teste de covid-19 antes de completar dois dias no território britânico, podendo ser PCR ou antígeno. Encontre aqui onde fazer o teste.

Será necessário, ainda, completar o formulário obrigatório, que pode ser acessado aqui.

Quem vai ficar dois dias ou menos na Inglaterra precisará reservar e pagar pelo teste da mesma maneira.


 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA