Ruínas de Machu Picchu, no Peru, são atingidas por incêndio

|

Dreamstime
Chamas já alcançaram área equivalente à Cidade do Vaticano
Chamas já alcançaram área equivalente à Cidade do Vaticano
Bombeiros peruanos lutaram para conter um incêndio florestal perto das ruínas incas de Machu Picchu na última quinta-feira (30), enquanto o incêndio ameaçava se aproximar da antiga cidade no alto das montanhas andinas. As informações são da Reuters.

O incêndio, que consumiu uma área com cerca de metade do tamanho da Cidade do Vaticano, foi iniciado na terça-feira (28) por agricultores que queimavam grama e detritos para se preparar para semear novas plantações.

Na quarta-feira (29), cerca de 20 hectares foram afetados pelo fogo, disse o prefeito da cidade vizinha de Cusco. Neste cenário, as chamas estão cada vez mais perto de Machu Picchu, complexo arqueológico de estruturas de pedra construído pelos incas há 500 anos.

De acordo com a publicação da Reuters, os bombeiros estão enfrentando alguns obstáculos ao apagar as chamas, devido a muitas áreas apresentarem difícil acesso.

“Estamos lutando contra este incêndio há mais de dois dias e não tem sido possível controlá-lo, dado que a área é inacessível”, explicou aos meios de comunicação o diretor do Gabinete de Segurança e Gestão de Risco de Cusco, Roberto Abarca.

Vale ressaltar que as ruínas de Machu Picchu são consideras uma das sete maravilhas do mundo.


 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA