DISTRIBUIÇÃO

Trend inicia nova fase com chegada de Favoretto; veja metas


Emerson Souza
Mauricio Favoretto, diretor geral da Trend,
Mauricio Favoretto, diretor geral da Trend, "encantado com o Turismo" em sua primeira experiência no setor
Mauricio Favoretto começa a dar nova cara à Trend. Em empresas com o porte dessa que é uma das líderes na distribuição hoteleira B2B do Brasil, com 20 mil consultas diárias, grandes mudanças podem tardar a acontecer, mas a promessa é de que até julho a vida do agente de viagens ganhe maior fluidez e produtividade em sua experiência de compra. Estreante no Turismo, o substituto de Luis Paulo Luppa tem apenas três meses dirigindo a consolidadora de hotéis da CVC Corp e revela ao Portal PANROTAS seu pacote de prioridades para o primeiro semestre.

PRIORIDADE 1: TROCA DE SERVIDORES

A primeira delas é no motor que conduz a plataforma de reservas. Os servidores estão sendo trocados para que o sistema dê respostas mais ágeis. Em cerca de dois meses a substituição deve ser entregue, e o novo diretor geral garante que será nitidamente sentida pelos clientes. "As respostas serão mais rápidas. Vamos colocar um motor de Ferrari na Ferrari que temos em mãos. É um investimento fundamental para quem vai continuar crescendo", afirma Favoretto. "Haverá avanços nas formas de pagamento e na agilidade da plataforma", garante.

O trabalho é feito com o departamento tecnológico da CVC Corp, aproveitando a estrutura matricial da holding. A migração dos servidores ocorrerá no início de março, tirando vantagem da queda de demanda ocasionada pelo carnaval. Da CVC Corp a Trend também usufruiu do portfólio. Absorveu principalmente os hotéis da operadora de lazer e hoje sua vitrine ostenta sete mil unidades nacionais e 270 mil estrangeiros. As casas de lazer na Flórida, responsabilidade da VHC, adquirida ainda na época de Luppa, mantêm-se na prateleira, e seus resultados satisfazem a companhia.

PRIORIDADE 2: UNIFICAÇÃO DE LAZER E CORPORATIVO

Finda a mudança de servidores, o departamento tecnológico liderado por Jacques Varaschim seguirá focado na Trend. A segunda etapa desta Trend mais ágil é a unificação das plataformas de lazer e corporativo. O Natrend absorverá o Trend Lazer, mas em abas separadas. Em apenas uma tela o agente poderá selecionar seu perfil de interesse para, no final, encerrar com um carrinho de compras. O novo modelo já está em testes com agentes clientes da Trend. "Boa navegabilidade é crucial no dia a dia dos nossos agentes de viagens, e essa demanda será atendida com a incorporação das duas plataformas", garante Favoretto.

Emerson Souza
Mauricio Favoretto com o diretor da Rextur Advance, Luciano Guimarães:
Mauricio Favoretto com o diretor da Rextur Advance, Luciano Guimarães: "sinergia total no B2B da CVC Corp"

PRIORIDADE 3: ATENDIMENTO

Por fim, as prioridades da Trend para o primeiro semestre terminam com a área de Atendimento. O novo diretor geral afirma que sentiu claramente a importância do fator humano aos clientes no DNA da empresa. Contudo, por mais que seja estimada, Favoretto enxerga que essa relação pode ser melhorada. "Dessa maneira, vamos investir forte em sistema CRM para a área de atendimento. Melhoraremos a produtividade interna e vamos automatizar o que dá para ser automatizado sem perda de qualidade. A promessa é de redução de filas e e-mails respondidos rápida e automaticamente. Nosso atendente terá mais tempo para se dedicar ao cliente", prevê Favoretto. "Também vamos manter eventos de relacionamento, a exemplo do Amigos da Trend, e a ideia é criar um Amigas da Trend, devido a quantidade de mulheres parceiras da empresa."

ROADSHOW

Após transição de um mês com Luppa, a quem Favoretto agradeceu pelo apoio e parabenizou pelo trabalho, o ex-Femsa Coca-Cola, J. Macedo, Campari e Nestlé tratou de deixar o ABC Paulista, para onde trouxe sua família, e rodar o Brasil: São Paulo, interior de São Paulo, Sul, Rio de Janeiro e Espírito Santo, Norte e Nordeste e, por fim, Centro-Oeste. "Conheci as as seis bases para me apresentar à equipe e aos clientes. Essa é a melhor integração que eu poderia ter. Encontrei clientes de todos os portes, desde agências corporativas com self booking a agências locais, pequenas, focadas no lazer. Isso sem contar minha aproximação com as equipes de Vendas em cada região", afirma o diretor da empresa de mais de 500 colaboradores dedicados.

RESULTADOS

Favoretto diz que a Trend jamais deixará seu DNA que há 18 anos faz dela uma marca querida pelo agente de viagens, mas sim melhorar o que foi construído. Segundo ele, 2018 foi um ano muito desafiador para a companhia de diversas maneiras, mas os resultados financeiros foram importantes. "A empresa é lucrativa", afirma, embora lamente não poder dar os resultados separadamente. "Entretanto, temos metas que precisamos melhorar dentro dos objetivos agressivos que foram traçados. Não vamos abaixar as metas, então nos restar avançar para alcançá-las, e para isso conto com toda estrutura CVC Corp, desde a sinergia com a Rextur Advance até as outras áreas do grupo, como o Sylvio Ferraz à frente do internacional, o Clayton Armelin no doméstico, entre outros talentos."
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA

As mais lidas agora