Embratur e MTur firmam Convênio de Cooperação Técnica com Sebrae | Economia e Política | PANROTAS
ECONOMIA E POLÍTICA

Embratur e MTur firmam Convênio de Cooperação Técnica com Sebrae

Divulgação/Roberto Castro/MTur
Representantes se reuniram durante #TursimoSummit2018: Ministro Lummertz, Teté Bezerra, Afif Domingos e Herculano Passos
Representantes se reuniram durante #TursimoSummit2018: Ministro Lummertz, Teté Bezerra, Afif Domingos e Herculano Passos
A Embratur e o Ministério do Turismo firmaram com o Sebrae um Convênio de Cooperação Técnica, no valor de R$ 200 milhões. O novo acordo visa promover a realização de ações voltadas ao aumento da competitividade das micros e pequenas empresas da cadeia produtiva do setor.

A ideia é que nos próximos dois anos sejam desenvolvidas iniciativas de produção de inteligência, inovação da oferta turística, qualificação dos produtos e serviços, promoção internacional dos destinos, melhoria do acesso a serviços financeiros e atração de investimentos para o mercado.

O assunto foi destaque hoje em Brasília, durante a abertura do Tursimo Summit 2018, promovido em parceria pelos três órgãos para debater os avanços tecnológicos e seus impactos no segmento de viagens e os novos conceitos norteadores do Turismo no mundo.

Para a presidente da Embratur, Teté Bezerra, o convênio contribuirá para a consolidação definitiva de inúmeros destinos brasileiros. Além disso, afirma que ações conjuntas e pontuais para capacitação profissional com foco na prestação de serviços, bem como buscar transformar os produtos turísticos nacionais em Destinos Inteligentes são medidas essenciais para melhor receber os turistas internacionais

“O turista atual quer viver experiências. Atender essa demanda do turista global, com priorização de 21 rotas turísticas estratégicas para o mercado internacional, representa um aumento de vantagem competividade do Turismo brasileiro “, completa a executiva.

Já o presidente do Sebrae, Guilherme Afif Domingos, lembrou que todo o montante investido provém de recursos do órgão, ressaltou a forte ligação com o setor de serviços, que é 95% formado por micros e pequenas empresas.

“É importante unirmos forças. A tendência atual do Sebrae é planejar os territórios e fechamos esse acordo para a melhoria de destinos e roteiros turísticos e para trabalhar com agentes públicos e privados visando um melhor entrosamento”, explica.

Além do convênio, o MTur articulou com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) uma linha de crédito especial de R$ 5 bilhões, dos quais já foram acessados mais de R$ 1,5 bilhão, para gestores públicos e iniciativa privada investirem em infraestrutura.


 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA