Ministério Público afasta hoteleira Sônia Chami do Rio CVB

|


PANROTAS / Marluce Balbino
Sonia Chami
Sonia Chami
Palco há alguns anos (ou seriam décadas) de uma briga política que envolve representantes da hotelaria carioca, o Rio Convention & Visitors Bureau viu essa querela chegar ao Ministério Público, que no dia 8 deste mês, determinou o afastamento da presidente do Conselho Curador do Rio CVB, a hoteleira Sônia Chami, também do hotel Sol Ipanema.

O motivo está na última eleição para o Conselho Curador, feita ainda quando Sônia Chami era presidente do bureau.

“A decisão do Promotor de Justiça José Marinho Paulo Junior tem efeito imediato e impede também as movimentações financeiras nas contas do Rio CVB, sendo considerado grave irregularidade caso ocorram movimentações sem autorização do Ministério Público”, diz nota enviada pela assessoria de comunicação Arteiras.

O MP aponta, em sua decisão, que a hoteleira teria legislado em causa própria ao convocar, enquanto presidente executiva, reunião do conselho curador para anular eleição de Michael Nagy, diretor do Fairmont Copacabana, como curador da categoria Turismo.

Ainda segundo a nota oficial da empresa de comunicação Arteiras, na assembleia, que foi anulada, Sonia Chami se considerou representante da categoria hoteleira, apesar de ter sido derrotada em duas eleições da categoria. Considerando-se “curadora”, ela se candidatou à presidência do Conselho Curador, cargo do qual também foi afastada pelo Ministério Público, que determinou nova eleição para Presidência e Vice-Presidência do Conselho Curador.

O Rio CVB tem 15 dias, a contar a partir do dia 8, para convocar nova eleição. Sônia Chami foi considerada “impedida”, termo utilizado na decisão do MP do Rio.

Procurado, Michael Nagy, que já dirigiu o convention bureau do Rio, disse que não tem nada a declarar. O Rio CVB prometeu posicionar-se ainda esta noite. Às vésperas da retomada das viagens, o Rio CVB é paralisado por uma briga política.

Atualmente o Rio CVB tem Carlos Werneck como presidente executivo e Roberta Werner como diretora.

Divulgação
Sonia Chami e Carlos Werneck, do Rio CVB
Sonia Chami e Carlos Werneck, do Rio CVB




 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA