MTur anuncia roteiros selecionados do Experiências do Brasil Rural

|


Reprodução/ Mtur
Sete rotas vão participar do projeto Experiências do Brasil Rural que busca promover o Turismo no campo
Sete rotas vão participar do projeto Experiências do Brasil Rural que busca promover o Turismo no campo
Após uma fase classificatória, o Ministério do Turismo divulgou nesta sexta-feira (20) o resultado final da seleção dos roteiros que vão participar da 2ª edição do projeto Experiências do Brasil Rural. No total, sete rotas serão contempladas com a iniciativa do governo federal, pela qual os ministérios do Turismo e da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e a Universidade Federal Fluminense (UFF) garantem apoio técnico para fomentar o desenvolvimento do Turismo no campo.

Os roteiros, ligados às cadeias agroalimentares do café, da cachaça, da farinha de mandioca e do mel, são o “Caminhos de Dona Francisca”, de Santa Catarina; a Rota do Engenho e a Rota Caminhos de Itabaiana, de Sergipe; a Rota Verde do Café, do Ceará; a Rota Turística do Café, o Roteiro do Café e do Vinho e a rota “Do Genoma à Xícara, os três últimos de São Paulo. Os responsáveis pelas rotas serão contactados para uma reunião inicial de trabalho na próxima sexta-feira (27).

O projeto tem como objetivo fomentar a estruturação de destinos e empreendimentos da agricultura familiar associados ao Turismo, a partir da capacitação de empresários e produtores rurais com vistas à oferta de experiências memoráveis aos visitantes. Ao final, os participantes recebem suporte para inserir produtos e serviços no mercado turístico, como em bares, restaurantes, meios de hospedagem e lojas de artesanato.

O ministro do Turismo, Carlos Brito, parabeniza os selecionados e aponta esforços no sentido de fortalecer o Turismo rural. “O Turismo rural e de natureza são grandes tendências do pós-pandemia, e o Brasil tem um dos maiores potenciais do mundo. Sejam bem-vindos e vamos, juntos, valorizar ainda mais a riqueza de atrativos do campo no País, contribuindo para diversificar a oferta turística nacional e gerar alternativas de emprego e renda no campo”, comenta.

Assista ao vídeo das experiências desenvolvidas nas rotas

 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA