Pandemia fez brasileiro olhar o Brasil como destino de luxo, segundo BLTA

|

Divulgação
Embora o mundo ainda viva restrições de viagens diante da pandemia, a Brazilian Luxury Travel Association (BLTA) afirmou que o Brasil pode ter ganhado algo com toda o cenário negativo causado pelo vírus. De acordo com a associação, a pandemia fez com que o brasileiro, impedido de viajar para o Exterior, reconhecesse no próprio País um novo destino para suas viagens.

Nesse sentido, os associados da BLTA não somente começaram a receber mais turistas nacionais (64% dos associados relatam que pós-pandemia o perfil do consumidor mudou), como investiram na melhoria do seu produto (72%), em ações de marketing (49%) para atrair este novo cliente e em experiências personalizadas para esta nova demanda. Para isso, os profissionais do Turismo adaptaram-se rapidamente e foram responsáveis pelos bons índices de ocupação registrados desde maio.

Dados apontam que a primeira quinzena de julho de 2021 foi uma das melhores da associação em anos, com 64% de ocupação, mesmo se considerando o nível de ocupação antes da pandemia em 2019, quando a BLTA fechou o mês de julho com 55%. Estes dados comprovam que as viagens internas estão aquecidas e a oferta está apta a receber qualquer tipo de viajante com segurança e com uma ampla variedade de experiências.

O avanço da vacinação em todo o País está encorajando o turista a sair de casa, criando um cenário de esperança para este começo de retomada. Se em 2020 as pesquisas já apontavam que 96% dos brasileiros desejavam viajar para algum destino brasileiro, estudo mais recente da Booking reforça essa intenção, afirmando que 80% dos entrevistados manifestaram a vontade de viajar ainda em 2021.

Além disso, a BLTA defende que para que o fortalecimento do mercado interno não perca fôlego é fundamental que poder público e iniciativa privada se unam na modernização dos marcos regulatórios trabalhistas e nas políticas afirmativas, além de questões sobre diversidade e inclusão. "Uma atitude que contribuirá não apenas para qualificar o setor, mas, também, irá colaborar na promoção do Turismo de luxo do Brasil no âmbito internacional", afirmou a associação.

VACINA
A BLTA faz parte da iniciativa Unidos pela Vacina, movimento da sociedade civil organizada quee surgiu por iniciativa do Grupo Mulheres do Brasil, que reúne centenas de entidades, associações e ONGs sob a liderança da empresária Luiza Trajano para engajar a sociedade em uma ampla ação conjunta com empresários de todo o País.

"Para nós da BLTA, a vacinação contra a covid-19 é uma necessidade e um direito de toda a população brasileira. Nesse sentido, nos unimos ao Movimento Unidos Pela Vacina (UPV), abraçando esta causa que é prioritária. Criamos um fundo que arrecadou R$ 36 mil, os quais foram utilizados na aquisição de insumos indispensáveis para acelerar o processo de imunização na população de três municípios da Bahia, Cocos, Maraú e Itacaré, que irão receber uma câmara fria para armazenamento de vacinas (uma para cada cidade) e 32 caixas térmicas com termômetro (distribuídas entre as três)", explicou a BLTA sobre seu compromisso com a imunização no Brasil.

Confira entrevista com Guilherme Padilha, da Auroraeco, um dos integrantes da BLTA.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA