AEROPORTOS

Tripulantes iniciam nova greve na British; Qatar acionada

Divulgação
British fará operações com aeronaves e tripulação da Qatar durante a greve
British fará operações com aeronaves e tripulação da Qatar durante a greve
A situação entre membros do sindicato Unite que trabalham na frota mista da British Airways continua indefinida, e deve seguir assim por pelo menos mais duas semanas. Isso porque os funcionários iniciaram, nesta quarta-feira (19), uma nova greve prevista para durar até o dia 1º de agosto, fato que obrigou a companhia britânica a recorrer à ajuda da parceira Qatar Airways, também membro da aliança Oneworld, mais uma vez.

A nova greve chega menos de uma semana após o fim da última, que durou 16 dias, e aconteceu pelo mesmo motivo: a retaliação da aérea para com os tripulantes que optaram pela paralisação. Entre as sanções estão a retirada de concessões de viagens e outros benefícios a esses funcionários.

Mesmo diante desse problema, a aérea britânica afirma que vai manter “praticamente todo o cronograma de voos”, mas já avisa que alterações poderão ser feitas, e os passageiros serão avisados o quanto antes. Os trechos de longa distância, com isso, deverão ser reduzidos e/ou operados pela Qatar.

A companhia árabe, por sua vez, deverá alinhar seu sistema com o da British para atender os viajantes da melhor forma possível. Segundo o jornal The Wharf, o governo britânico liberou o wet leasing (empréstimo de aeronave com tripulantes) de nove aviões da Qatar para a companhia parceira.


*Fonte: The Wharf

conteúdo original: http://bit.ly/2vahxuc
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA