Governo aprova isenção de vistos a 4 países; veja quais

|

Divulgação
A proposta de isenção unilateral de vistos para quatro países foi autorizada pelo Palácio do Planalto. Visitantes dos Estados Unidos, Canadá, Austrália e Japão, que oferecem "baixo risco migratório", segundo avaliação do governo, e têm padrão elevado de gastos em viagens ao Brasil, terão, em breve, a exigência de vistos eliminada por um período de dois anos.

Para que a medida passe a valer, será preciso mudar o Estatuto do Estrangeiro, lei sancionada em 1980 que exige reciprocidade na política de concessão de vistos.

Para quem trabalha com o Turismo, a mudança propiciará um avanço ainda neste ano, podendo já aumentar o fluxo de visitantes na alta temporada. "Os resultados aparecem no curto prazo. Nas férias de fim de ano a gente já sentiria efeitos positivos", afirmou o presidente da Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear), Eduardo Sanovicz.

Por outro lado, opositores da medida afirmam que ela não ajudará muito o Brasil a evoluir em negociações bilaterais e encerrar obrigatoriedade de vistos para seus cidadãos em países como Estados Unidos e Canadá. Além disso, outros grandes países emergentes – como China, Rússia e Índia – não abrem mão da política de reciprocidade.

CHINA FORA
Apesar de o Ministério do Turismo tentar incluir a China na nova regra, o país acabou sendo excluído. Embora tenham um forte potencial de aumentar a receita do Turismo no Brasil, os chineses foram barrados em virtude da dificuldade no controle migratório para um país com mais de um bilhão de habitantes.


*Fonte: Valor Econômico

 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA