Calendário do MTur já tem 100 eventos marcados em 2017

|

Netto Moreira
Com o objetivo de ajudar os viajantes a programar suas viagens durante o ano, o Calendário Nacional de Eventos, criado em março do ano passado pelo Ministério do Turismo, já alcançou mais de 100 eventos cadastrados em 2017. São encontros e celebrações variadas, que envolvem interesses como negócios, cultura, folclore, religião e gastronomia.

Entre os eventos já marcados no calendário, distribuídos em 21 Estados, destacam-se os relacionados a atividades artísticas, culturais e folclóricas, com 43 datas marcadas; em segundo lugar aparecem ocasiões religiosas, com 20 encontros, seguido de perto de gastronomia, com 19. Em divulgação o MTur lembra, porém, que é necessário que os profissionais do turismo como gestores, organizadores e produtores solicitem a inclusão de eventos no calendário.

“Os eventos são importantes para estimular tanto o turismo doméstico como o internacional, movimentando a economia local e garantindo fluxo turístico nos destinos mesmo fora de temporada. Por isso é importante que os gestores façam uso deste calendário como uma importante ferramenta de divulgação de suas ações”, afirmou o ministro do Turismo, Marx Beltrão.

Os responsáveis por decidir o que entra ou não no calendário do ministério considerarão critérios como conhecimento popular, gerador de fluxo turístico e relevância cultural e econômica, para depois separar e classificar os eventos por tipo e categoria. Para cadastrar, basta preencher o formulário disponível no site do ministério; se aprovado, o evento passará por uma edição técnica, e então será divulgado.

Segundo dados do MTur, no ano passado cerca de 900 eventos turísticos foram sediados em todas as regiões do País, sendo principalmente artísticos, culturais e folclóricos (303), seguido das celebrações religiosas (149) e de gastronomia (101).
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA