Governo Trump quer equilíbrio entre Turismo e segurança

|

Renato Machado
Wilbur Ross, secretário de Comércio dos Estados Unidos
Wilbur Ross, secretário de Comércio dos Estados Unidos

WASHINGTON (ESTADOS UNIDOS) – “Os Estados Unidos estão abertos a negócios e a viagens.” A frase, um tanto quanto contraditória, se tomar como ponto de partida as ações e discursos do governo Trump, foi proferida nesta segunda-feira durante a IPW 2017, em Washington, justamente por um dos secretários do presidente: Wilbur Ross, do Comércio.

A autoridade fez uma fala apaziguadora em um momento em que Donald Trump volta a reforçar seu discurso de proteção às fronteiras do país norte-americano. “Os Estados Unidos estão decididos a construir fortes relações de amizade, segurança e comércio”, afirmou, completando que “o Turismo é uma forma de se atingir isso”.

Como já havia dito anteriormente o presidente da Brand USA, Christopher Thompson, a política não tem afetado negativamente o Turismo nos Estados Unidos. O secretário Ross comprovou isso com dados, anunciando um acréscimo de 2% em receita proveniente da indústria de viagens no primeiro trimestre de 2017 (em comparação com o mesmo período de 2016). Foram arrecadados cerca de US$ 63 bilhões nos primeiros três meses do ano.

“Reconhecemos o poder do Turismo para negócios, educação e na função de juntar pessoas”, disse. “O nosso departamento pode ajuda-los a atrair mais turistas”, defendeu. A diminuição nos impostos e a desburocratização em regulamentações é um desses passos, segundo o secretário. Mas a proteção das fronteiras, é evidente, segue como prioridade. “Queremos que as chegadas sejam processadas o mais rapidamente possível e com segurança. Temos que proteger a nossa população do terrorismo”, finalizou.

O Portal PANROTAS viaja a convite da IPW 2017, voando com a United Airlines e com proteção GTA e Vital Card.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA