Ministros destacam nova agenda do Turismo brasileiro

|

Ministros do Turismo e da Cultura, Marx Beltrão e Sérgio de Sá Leitão reforçaram o coro por medidas que facilitem os investimentos no Turismo e a redução da burcroacia para o avanço do setor, na cerimônia de abertura da 45ª Abav Expo e 48º Encontro Comercial Braztoa. Ambos há menos de um ano em seus postos, tiveram discursos bastante elogiados e que tocaram nos principais temas discutidos no âmbito da colaboração entre poderes público e privado.

Emerson Souza
Marx Beltrão enumerou medidas tomadas em sua gestão no ministério do Turismo
Marx Beltrão enumerou medidas tomadas em sua gestão no ministério do Turismo

Marx Beltrão ressaltou que, neste pouco tempo de cargo, "colocou o Turismo na pauta econômica brasileira, como nunca havia sido feito". Ele defendeu as principais bandeiras contempladas em pautas legislativas que atendem a demandas do setor, como a transformação da Embratur em uma agência autônoma, a Lei Geral do Turismo e a ampliação do capital estrangeiro nas companhias aéreas. "Tivemos reuniões as lideranças parlamentares e o próprio presidente da Câmara. Ele entendeu e quem sabe em até duas semanas teremos alguns desses temas votados", disse Beltrão, citando também o presidente da Frente Parlamentar Mista em Defesa do Turismo (Frentur), deputado federal Herculano Passos, e o presidente da Comissão de Turismo, Paulo Azi, ta,bém presentes na abertura do evento.

Em seu discurso proativo, ele também destacou a necessidade de arriscar e juntar esforços para tomar as medidas necessárias em benefício do Turismo. "Costumo dizer que burocracia é desculpa para para gestor preguiçoso. Precisamos tirá-la do caminho para que os empresarios possam gerar renda."

O ministro ressaltou também a liberação do visto eletrônico para Estados Unidos, Japão, Austrália e Canadá, cujo calendário de implementação começa na semana que vem. "Mesmo com os chineses, ainda não consguimos essa iniciativa, mas aumentamos para cinco anos o período do visto para os brasileiros, além de aumentar para 12 o número de centros de solicitação de visto".

RIO DE JANEIRO A JANEIRO

Há apenas três meses no Ministério da Cultura, Sérgio de Sá Leitão discursou na abertura do evento para falar, principalmente, do programa Rio de Janeiro a Janeiro lançado no último final de semana. Segundo ele, trata-se de oportunidade importantíssima para unir duas áreas que, juntas, representam um dos maiores campos econômicos brasileiros: Turismo e economia criativa.

Emerson Souza
Sérgio de Sá Leitão ressaltou a importância de unir Turismo e economia criativa em prol do País e do Rio de Janeiro
Sérgio de Sá Leitão ressaltou a importância de unir Turismo e economia criativa em prol do País e do Rio de Janeiro

"São duas das principais vocações econômicas e sociais do Rio e do Brasil. No Rio, o PIB do turismo é 4% e da economia criativa 3,9%, duas as cinco maiores atividades econômicas", lembrou. Ele explicou para o público que, com a ajuda de leis de incentivo, serão cerca de R$ 150 milhões investidos em cerca de 100 eventos no calendário criado e gerando cerca de 170 mil empregos. "Por isso é importantissimo promover esses eventos com pacotes e iniciativas, lembrando que teremos eventos de gastronomia, moda, corporativo, LGBT e outros".

Leitão, na mesma linha de seu colega Marx Beltrão, defendeu menor carga de burocracia e atividade estatal no Turismo brasileiro. "O Brasil rpecisa de um choque de liberalismo e liberdade ara empreender", destacou.

SELO COMEMORATIVO
Também na abertura da 45ª Abav Expo e 48º Encontro Comercial Braztoa, Correios e MTur lançaram selos comemorativos das regiões brasileiras, em uma medida de apoio ao Turismo nacional. Monte Roraima, Maragogi (AL), Chapada dos Veadeiros, Armação de Búzios (RJ) e Foz do Iguaçu (PR) foram contemplados. A série relata as belezas naturais do Brasil, e os selos circulam a partir de hoje.

O valor é de R$ 2 e foram impressas 500 mil cópias. O presidente dos Correios, Guilherme Campos Junior, fez a obliteração dos selos com as autoridades presentes na cerimônia de abertura, a exemplo de Edmar Bull, Magda Nassar, Marx Beltrão, Marco Ferraz, Alexandre Sampaio e Felipe Carreras, entre outras.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA