Sete expressões proibidas no ambiente de trabalho

|

Shutterstock

É de conhecimento que o local de trabalho exige um modo de agir diferente, mais correta e profissional do que em ambientes comuns e descontraído. Entretanto, além da postura e comportamento, a fala e as expressões podem causar impactos positivos ou negativos.

Veja sete expressões que devem ser evitadas no local de trabalho para não causar problemas no futuro.

1- “EU NÃO POSSO”
Apesar de parecerem inofensivas, essas três palavras podem te causar muitos problemas. Ao dizer “eu não posso”, que é considerada por especialistas em comportamento, uma expressão forte e que indica também que você cria seus próprios limites. Além disso, a frase pode mostrar uma fraqueza e até mesmo uma incapacidade de fazer algo.

2- “E SE NÓS TENTARMOS?”
Colocar suas opiniões em forma de perguntas pode demonstrar insegurança e podem dar a entender que suas ideias não são boas. Transmitir as propostas de forma direta também ajuda nas chances de suas palavras serem levadas mais a sério.

Shutterstock
3- “OBRIGADA :)”
Não é uma boa ideia usar emoticons - ou emojis - no ambiente de trabalho. Apesar de controverso, há quem julgue que essas formas de expressão podem transmitir insegurança e até mesmo forçar uma amizade em um contexto inadequado.

4- “EU NÃO SOU UM ESPECIALISTA, MAS...”
Apesar de ser uma maneira de tentar não soar arrogante ou já se desculpar caso fale algo errado, o problema é que discursar dessa maneira pode tirar toda a credibilidade da sua frase. Errar é normal e dar ideias também, por isso não é necessário começar a frase se desculpando.

5- “APENAS”
Essa palavrinha pode minimizar o poder das frases, além de soar como uma tentativa de desculpa. Para perder esse hábito, releia suas frases em e-mails e tentem substituir a palavra por outra semelhante.
Shutterstock
6- “ISSO É TÃO BOM!”
Há quem diga que aumentar o tom da voz no fim das frases para expressar uma opinião animada, pode passar a impressão de que você está hesitante ou inseguro. E isso pode acabar causando uma falta de confiança em quem te ouve.

7- “EU ESTOU FAZENDO SENTIDO?”
Até fazer essa pergunta, você estava. O problema de questionar várias vezes é que as pessoas podem se perguntar se o que elas entendem é o mesmo o que você fala. Uma boa forma de ter esse feedback é conversar com seus colegas ao fim das reuniões para saber como foi a sua fala.


*Fonte: Forbes

 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA