Paulus critica governo baiano: “acabou com o Turismo”

|

Emerson Souza
Guilherme Paulus, fundador e presidente do Conselho da CVC
Guilherme Paulus, fundador e presidente do Conselho da CVC

O fundador e presidente do Conselho da CVC, Guilherme Paulus, esteve em Salvador para receber uma homenagem da Associação Brasileira da Indústria Hoteleira da Bahia (ABIH-BA). Em discurso durante jantar que comemorou o dia do hoteleiro, o executivo não poupou críticas à forma com que o governo do Estado da Bahia tem conduzido o Turismo local.

“A Bahia é o único Estado brasileiro que tem dez destinos fortes, mas o governo acabou com o Turismo. A prefeitura vem trabalhando, mas o governo do Estado, não. Temos que ter coragem para falar a verdade”, disse a um público formado por autoridades, políticos e empresários do Turismo da região.

Assunto do momento no Turismo baiano, Guilherme Paulus não deixou de comentar a crítica situação do Centro de Convenções de Salvador, que estava fechado para obras emergenciais desde setembro de 2015 e recentemente desabou.

“Pagamos impostos e este dinheiro tem que retornar em melhorias para o setor. Caso contrário, vamos morrer como está morrendo vagarosamente o destino. E Salvador sofre ainda mais com tudo isto”, opinou.

Dizendo que “governo não quebra, mas empresário sim”, Paulus pediu que empreendedores se movimentem e mostrem indignação. “[Os empresários devem] protestar na porta do governo. Se outros fazem isso, por que nós não?” “Precisamos perder a vergonha e falar as verdades. Batalhar e brigar. Temos que nos unir porque uma andorinha só não faz verão”, finalizou.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA