Adibra investe em novas estratégias na área de Educação

|

Ciente da importância da área de Educação para o setor de Entretenimento e com o objetivo de priorizar ações que ofereçam conteúdos com qualidade e inovação, a Associação das Empresas de Parques de Diversões do Brasil (Adibra) está investindo em novas estratégias para treinar e desenvolver os seus associados.

Entre as mudanças, está a implantação de uma nova conexão aos conteúdos, postados no site da entidade. Para isso, a Adibra conta com tecnologia e conectividade que, em breve, proporcionarão acesso a uma plataforma on-line, onde os cursos EAD estarão alocados.
Divulgação
Além de on-line, a Adibra pretende promover cursos de forma presencial
Além de on-line, a Adibra pretende promover cursos de forma presencial
A diretora de Educação da Adibra, Cyntia Carneiro, explica que os cursos serão realizados também de forma presencial, assim que for possível, visto que alguns treinamentos precisam da aplicabilidade e da vivência em campo. “Falar sobre operação eficiente, por exemplo, sem dinâmicas de interação e socialização, dificilmente será uma realidade para o nosso setor, que tem a experiência ao vivo como carro-chefe”, comenta.

Cyntia revela ainda que a grande aposta da Adibra é o incentivo à criatividade como uma ferramenta nos processos que necessitam de doses mínimas ou mesmo extras de resiliência. “De acordo com o autor e especialista em inovação na educação, Ken Robinson, a criatividade é o ato essencial de viver e navegar em um mundo imprevisível. A pandemia da covid-19 é um exemplo disso. De repente, tudo parou. Parques de diversões, parques aquáticos, centros de entretenimento familiar (FEC’s), atrações turísticas e buffets fecharam as portas, mas enquanto isso, a Adibra não continha esforços para ‘apagar incêndios’ nas áreas política e jurídica, e buscava se reinventar na educação”, afirma.

A diretora de Educação ressalta que o mercado do entretenimento tem futuro promissor no mundo pós-pandemia, mas, enquanto isso, é preciso apoio mútuo para que todos consigam passar por momentos de extrema dificuldade. Para apoiar os associados da entidade, com conteúdos relevantes para o setor, pautas como segurança, acessibilidade, inclusão, igualdade de gênero, diversidade e direito ao brincar são necessárias e estarão incluídas na programação.

“Também seguiremos em parceria com o Sistema Integrado de Parques e Atrações Turísticas (Sindepat), associação irmã da Adibra, que nos apoia em diversas ações de educação. Juntos, podemos fazer muito mais a favor do desenvolvimento do nosso setor, especialmente porque a Adibra consiste em ações voluntárias de indivíduos com objetivos em comum, e contar com a diversidade é integrar e agregar valor”, conclui.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA