Latam cresce e Gol cai no corporativo internacional; ranking

|



Wikicommons/Ken Fielding
A350 da Latam. Companhia detém o maior share internacional no corporativo brasileiro
A350 da Latam. Companhia detém o maior share internacional no corporativo brasileiro

A Latam Airlines é, com folga, a preferida do passageiro corporativo brasileiro no mercado aéreo internacional (veja ranking abaixo). A companhia liderou o ranking do primeiro semestre com market share de 18,5%, de acordo com dados da Abracorp. A segunda colocação é da American Airlines, com 11,2%, e em terceiro aparece a Air France-KLM, com 9,4%.

Associadas Abracorp compraram 508,8 mil passagens aéreas internacionais no primeiro semestre de 2017, cerca de 23% mais do que no difícil primeiro semestre de 2016, um dos piores períodos da história do Turismo brasileiro, principalmente no que diz respeito a emissões internacionais.

A Latam vendeu 103.926 bilhetes para associados Abracorp nos seis primeiros meses do ano, alta de 22,1% em comparação com os 85.127 comercializados no mesmo período em 2016. O caixa da aérea foi acrescido de R$ 343,3 milhões no período, 26% mais no mesmo período comparativo.

Por outro lado, a Gol, outra companhia brasileira do ranking da Abracorp, deteve 1,6% do share internacional entre as associadas. Foram 22,7 mil bilhetes vendidos no semestre, alta de 9,1%. Entretanto, foi a única a apresentar variação negativa no total de vendas. A Gol faturou pouco mais de R$ 29,4 milhões na soma para associados Abracorp, queda de 5,9% em comparação aos R$ 31,3 milhões do primeiro semestre de 2016.

Entre as estadunidenses, destaca-se a American Airlines com o maior share. Foram 45,5 mil bilhetes, enquanto a United vendeu 26,85 mil, quase empatada com a Delta e seus 26,2 mil. Os associados Abracorp engordaram o caixa da American em quase R$ 208 milhões no semestre (+19,4%). United registrou pouco mais de R$ 139 milhões (+35%), e Delta quase R$ 117 milhões (+39%).

No ranking europeu a liderança é da Air France-KLM. Associadas Abracorp adquiriram quase 36,56 mil bilhetes da companhia, alta de 28,4% no período comparativo. Tap, vice-líder, comercializou 31,6 mil. Lufthansa-Swiss, fecha o pódio com pouco menos de 23,9 mil bilhetes, alta de 2,3%. Em seguida vem British-Iberia, com 21,4 mil, alta de 13,5%.

A Tap se destaca, vale ressaltar, por ter registrado o maior crescimento em vendas de janeiro a junho de 2017. Os quase R$ 112 milhões comercializados para associados Abracorp no período foram 76,1% acima dos R$ 63,5 milhões do mesmo período de 2016. Em bilhetes, a aérea portuguesa teve alta de quase 68%.

Avianca detém a liderança entre as companhias das Américas Central e do Sul (exceto Brasil). A colombiana vendeu 30,6 mil bilhetes, alta de quase 37% no período comparativo, o que rendeu faturamento de quase R$ 69,7 milhões. Em segundo lugar, Copa Airlines, com 28,1 mil passagens aéreas corporativas, faturamento acima de R$ 78,6 milhões. Aerolíneas Argentinas fecha o pódio com 23,3 mil bilhetes, crescimento de 14,5% e faturamento de R$ 32,3 milhões.

Aeromexico vendeu mais de 10,8 mil tíquetes e faturou quase R$ 43 milhões (+15,4%). Emirates, cerca de 11,5 mil bilhetes, com faturamento de R$ 78 milhões. Somadas, as demais aéreas venderam 65,58 mil tíquetes, com alta de 26,3%, representando faturamento de R$ 195,4 milhões (+9,3%).

Abracorp




 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA