Receita corporativa da United cresceu 2% no segundo trimestre

|

O forte crescimento de receita – incluindo a de viagens corporativas – e controles de custo mais rígidos ajudaram a United Airlines a compensar o aumento dos custos de combustível no segundo semestre deste ano. O lucro líquido da aérea no período foi de US$ 684 milhões.

Divulgação/ United
As receitas corporativas cresceram 2% ano a ano e um forte foco em tecnologia pode ter ajudado a impulsionar esse ganho. No geral, a receita vinda de passageiros aumentou 8% ano a ano, atingindo US$ 9,9 bilhões durante o trimestre.

Os ganhos unitários cresceram para todas as regiões, exceto para a América Latina, onde os mercados de praia do México atraíram uma demanda menor. O crescimento foi mais forte nas rotas transatlânticas, com alta de 7,9%. Nas transpacíficas, a receita aumentou 3,4%, o primeiro trimestre positivo em cerca de quatro anos, graças à demanda da cabine premium economy e à recuperação da procura para a China.

O tráfego em todo o sistema da United aumentou 6,4%, à medida que a capacidade cresceu 4%. Os custos de combustível, no entanto, saltaram quase 35% ano a ano durante o trimestre. Apesar de a aérea ter superado três quartos desse valor por meio dos controles de custos, ela pode vir a cortar a capacidade, caso seja necessário, para compensar o restante desses gastos.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA