Viagens a negócios podem não retornar no futuro próximo, diz executivo

|

Wikicommons
O diretor comercial da Virgin Atlantic, Juha Jarvinen, acredita que as viagens corporativas levarão mais tempo para se recuperar após a pandemia. “As viagens a negócios podem não retornar no futuro próximo”, disse o executivo, que participou do seminário on-line Future Travel Experience. A notícia foi divulgada no site Simple Flying.

Ele acredita que, com a normalização da videoconferência, as viagens a trabalho regionais ou internacionais simplesmente se tornarão uma despesa desnecessária. No entanto, a Virgin Atlantic não disse que a necessidade de deslocamentos a negócios desapareceria completamente.

De acordo com previsão da Iata (Associação Internacional de Transporte Aéreo), o setor aéreo verá alguma normalidade e crescimento até 2024. A Virgin Atlantic compartilha dessa previsão, mas acredita que no próximo ano haverá alguns picos na emissão de bilhetes.

A companhia aérea britânica estrearia no País em março, mas cancelou a operação entre Londres e São Paulo, que seria inaugurado em 6 de outubro.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA