Imex revela previsões sobre o futuro das reuniões e eventos

|

Divulgação/ Imex
Encontro debateu futuro do setor
Encontro debateu futuro do setor
Líderes participaram de uma discussão sobre o futuro da indústria de reuniões e eventos durante Imex Policy Forum 2018, realizado no mês de maio em Frankfurt, na Alemanha. As conclusões dessa reunião, que teve a presença de mais de 30 autoridades políticas e 80 profissionais do setor, foram publicadas em relatório do Imex Group.

De acordo com o material, os participantes reconheceram a necessidade de uma abordagem mais integrada com os governos locais para evitar conflitos em relação às políticas e aos regulamentos. Além disso, foram apontados como importantes os eventos médicos e a transferência de conhecimento.

“Como resultado das muitas contribuições pendentes e do novo formato do dia, a qualidade do conteúdo e do debate foram de primeira classe", afirma a CEO da Imex, Carina Bauer.

Uma apresentação do professor Greg Clark expôs a visão de que a relação entre os destinos e a indústria evolui em ciclos ou fases, que são catalisadas por desenvolvimentos relevantes ou eventos importantes. Como referência, foram utilizados exemplos de Sidney (Austrália), Cingapura, Dubai (Emirados Árabes), Tel Aviv (Israel), Cidade do Cabo (África do Sul) e Barcelona.

DESAFIOS
A presidente e CEO do Conselho Mundial de Viagens e Turismo (WTTC), Gloria Guevara Manzo, concentrou-se nos três principais desafios enfrentados pela indústria de Viagens e Turismo, com base em pesquisas mundiais. Em relação à segurança e proteção, ela destacou como o setor tem grande potencial de crescimento se conseguir superar questões como essa por meio de maior colaboração e do uso de dados biométricos.

Outro dos prováveis inibidores do crescimento é a crescente ocorrência de crises no setor de viagens, cujos impactos podem ser reduzidos com um melhor preparo para esse tipo de situação. Além disso, a executiva destacou a sustentabilidade e a necessidade de uma abordagem privada, pública e comunitária para o desenvolvimento.

Clique aqui para baixar o relatório na íntegra.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA