2019 registra recorde em congressos e convenções; Brasil é Top 20

|

A Icca (Associação de Congressos e Convenções Internacionais) acaba de anunciar um número recorde de reuniões catalogadas em 2019. De acordo com as estatísticas da associação, foram 13.254 encontros rotativos, a maior taxa anual já registrada pela entidade, com um aumento de 317 em relação ao ano passado, que já havia sido um recorde.

Getty Images
Foram 13.254 encontros rotativos registrados em 2019
Foram 13.254 encontros rotativos registrados em 2019
Ano após ano, a Icca tem visto um padrão de crescimento consistente e promissor no mercado de reuniões da entidade. O banco de dados do órgão agora inclui 21 mil séries de encontros que ocorrem regularmente, 260 mil edições de reuniões e 12 mil associações internacionais.

“Dadas as circunstâncias atuais, é ótimo destacar novamente o crescimento consistente das reuniões em todo o mundo. Esses números mostram a necessidade e a importância de eventos presenciais e, consequentemente, que o setor será fundamental na recuperação global quando for a hora certa", diz o CEO da entidade, Senthil Gopinath.

RANKING
No primeiro lugar do ranking das cidades, com maior número de reuniões em 2019, está Paris, pelo segundo ano consecutivo, seguida por Lisboa, a cidade com o maior aumento em número de eventos (+38), subindo quatro posições. Berlim figura em terceiro, Barcelona em quarto e, Madri, em quinto.

Os recém-chegados ao top 50 em número de reuniões são Valência, que subiu 44 posições, e Istambul, 40 posições na frente de 2018, com as cidades ocupando, respectivamente, o 48º e 44º lugar.

O detentor do primeiro lugar nas últimas décadas no ranking de países continua sendo os Estados Unidos. O top 20 permanece relativamente inalterado, com alguns países subindo ou caindo uma posição. A França sobe para o terceiro lugar, trocando de lugar com a Espanha, que vai para o quarto. O Brasil se encontra na 20ª posição, com 209 reuniões realizadas.

Veja abaixo o top 20 completo de cidades e países de 2019.

Divulgação
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA