Foz do Iguaçu (PR) anuncia cronograma para liberação de eventos

|

Nilton Rolin/Setur Foz
Até começo de outubro, todo tipo de evento deve estar liberado em Foz do Iguaçu
Até começo de outubro, todo tipo de evento deve estar liberado em Foz do Iguaçu
Foz do Iguaçu planeja a retomada das atividades de eventos, inclusive em hotéis, interrompidas desde o início da pandemia do novo coronavírus, há cinco meses. A cidade já liberou os eventos que funcionam no sistema drive-in, como encontros corporativos, culturais, religiosos, esportivos, festas de aniversários e até casamentos.

A partir do dia 20 de agosto, os espaços de eventos exclusivos e os dentro de hotéis estarão autorizados a realizar eventos de pequeno porte, até 50 pessoas.

Dia 10 de setembro estarão autorizados os eventos entre 50 e 150 pessoas. E a partir do dia 1º de outubro, os demais eventos, desde que cumpram rigorosamente os protocolos de segurança sanitária e não ultrapassem o limite de 30% da capacidade de ocupação dos espaços.

CERTIFICAÇÃO
Uma das condições para a retomada dos eventos é que os responsáveis pelos estabelecimentos e, também, pela organização, devem assinar um termo de responsabilidade sanitária, comprometendo-se a respeitar os protocolos definidos.

Os espaços só estarão autorizados a promover eventos se forem aprovados na visita de inspeção para certificar o cumprimento das medidas. A visita de verificação é feita por uma equipe independente do Sebrae-PR, em parceria com a Secretaria de Turismo, Indústria, Comércio e Projetos Estratégicos e o Conselho Municipal de Turismo (Comtur). Os estabelecimentos que estiverem adequados às normas sanitárias receberão o Certificado de Responsabilidade Sanitária com o selo de “ambiente protegido”.

“Foz do Iguaçu está na curva descendente da pandemia, com o número de novos casos em baixa. Somos uma das cidades com maior testagem do Brasil. Montamos uma boa estrutura para enfrentamento da pandemia. Nosso índice de letalidade está abaixo de 1%. Tudo isso, somando com os cuidados sanitários que estão sendo adotados e a perspectiva de surgimento de uma vacina até o final do ano, são indicativos positivos que apontam para a retomada das atividades de eventos”, afirma o secretário de Turismo, Indústria, Comércio e Projetos Estratégicos, Gilmar Piolla.

Divulgação/Infraero
Aeroporto Foz do Iguaçu
Aeroporto Foz do Iguaçu
Antes da pandemia, Foz do Iguaçu esperava receber este ano mais de 500 eventos. Em 2019, de acordo com o ranking da International Congress and Convention Association (Icca), Foz apareceu na terceira posição entre as cidades brasileiras que mais recebem eventos internacionais itinerantes, com mais de três edições.

“A flexibilização, com responsabilidade sanitária, atende aos interesses do segmento, mostra o compromisso da administração municipal com a retomada dos eventos e demonstra claramente a confiança de que estamos conseguindo vencer essa pandemia”, afirma o presidente do Conselho Municipal de Turismo, Newton Paulo Angeli.

Já o presidente do Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares (Sindhotéis), Neuso Rafagnin, diz que os espaços de eventos dos meios de hospedagem são ambientes seguros e adequados para a retomada das atividades. Confiante no futuro, ele acredita que num curto de espaço de tempo tudo voltará ao normal na Terra das Cataratas.

O retorno da atividade turística e dos eventos à cidade é uma ação do Programa Acelera Foz, que tem a coordenação estratégica do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social de Foz do Iguaçu (Codefoz), Itaipu Binacional, Parque Tecnológico Itaipu, Prefeitura de Foz, Sebrae, Programa Oeste em Desenvolvimento, Associação Comercial e Empresarial de Foz do Iguaçu (Acifi) e do Conselho Municipal de Turismo.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA