Feira EBS destaca retomada dos eventos e aquecimento do setor

|

Phillipe Acera
Marcello Baranowsky, CEO do Grupo EBS
Marcello Baranowsky, CEO do Grupo EBS
O segmento de eventos e feiras, um dos mais prejudicados pela pandemia, já vê sinais positivos com a retomada dos eventos presenciais e prevê aceleração de 82% em 2022, segundo levantamento da Meeting Professionals International (MPI). Neste cenário, a Feira EBS, que acontece nos dias 1 e 2 de junho, planeja para essa edição um tom mais estratégico, com foco em toda a cadeia de serviços.

“O setor de eventos mobiliza um grupo enorme de fornecedores e serviços. É um mercado que está de olho nas oportunidades e a feira permite a conexão entre compradores e expositores. A nossa meta neste momento é a geração de novos negócios para apoiar o setor na aceleração”, reforça o CEO do Grupo EBS, Marcello Baranowsky.

Segundo os organizadores, cada atividade do evento foi pensada para proporcionar o máximo de contato frente a frente entre compradores e expositores: com o Speed Meeting EBS – rodada de negócios –, a exposição em uma planta de sentido obrigatório proporcionando que os visitantes passem por todos os estandes, além das arenas experience e o congresso em áreas dedicadas ao conteúdo e aprendizagem, mas também oportunidades para networking.

Em formato presencial, a Feira EBS espera receber um público de duas mil pessoas, que participarão da exposição e eventos simultâneos distribuídos nos 17 mil metros quadrados de infraestrutura do Centro de Convenções Rebouças, em São Paulo.

“Celebrar os 20 anos da Feira EBS no ambiente de retomada tem um valor ainda maior, porque registra toda a nossa trajetória de dedicação ao mercado de eventos corporativos, treinamentos, incentivos, congresso e feiras. Planejamos uma edição histórica”, finaliza Baranowsky.

 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA