CEO da GBTA é afastado após denúncias de má conduta

|

O CEO da GBTA, Scott Solombrino, foi recentemente afastado da entidade, após denúncias anônimas de conduta antiética, racismo, sexismo, humilhação e agressão verbal a funcionários, além de uso indevido de fundos da associação.

Divulgação GBTA
Scott Solombrino
Scott Solombrino
Após tomar conhecimento de alegações em 8 de junho, o Conselho de Administração lançou uma revisão interna e, posteriormente, contratou um advogado independente para realizar uma investigação formal. Com os resultados preliminares, a associação determinou que mais investigações serão necessárias, decidindo colocar Solombrino em uma licença administrativa.

Alguns dos associados estão se desligando para esperar o fim do processo. Os funcionários seniores da associação que se reportavam anteriormente ao CEO agora responderão diretamente ao Comitê Executivo do Conselho.

“A GBTA e seu Conselho de Administração estão totalmente comprometidos em fornecer um ambiente de trabalho livre de assédio e discriminação ilegais. Como representantes da indústria de viagens, entendemos que a GBTA, como uma associação, deve exemplificar profissionalismo, justiça e integridade”, comunica a entidade oficialmente.


 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA