Fator Copa ajuda hotelaria de SP a crescer em julho; entenda | Hotelaria | PANROTAS
HOTELARIA

Fator Copa ajuda hotelaria de SP a crescer em julho; entenda

Nik Lanús/Unsplash

A Associação Brasileira da Indústria de Hotéis de São Paulo (ABIH-SP) anunciou uma estimativa da ocupação hoteleira no Estado de São Paulo nas férias de julho, época em que famílias aproveitam para viajar com os filhos. De acordo com a entidade, o número de diárias, bem como o período de hospedagem, deverá crescer em relação ao ano passado.

O último levantamento da associação mostra que em São Paulo existe uma oferta de 182 mil unidades habitacionais, entre hotéis, flats, condo-hotéis, resorts e pousadas, que estão divididos por segmentos da seguinte forma: capital, interior de negócios, interior de lazer e litoral.

“O mês de julho, com a fase final da Copa do Mundo e as férias escolares, apresentará um crescimento de ocupação no litoral e interior de 4% a 7% em relação a 2017, tanto pela retomada de crescimento da economia, assim como ações de marketing promocional para os jogos do Brasil”, explica o presidente da ABIH-SP, Bruno Omori.

Omori acrescenta que na capital os números se apresentam bem diferentes, mas, ainda assim, dão indicativos de crescimento, embora os percentuais sejam menores. “Na capital e nos meios de hospedagens voltados para negócios no interior, a previsão de crescimento é de 1% de ocupação durante o período, pois o próprio período de férias diminui a hospedagem corporativa, sobretudo na capital”, complementa.

Durante as férias escolares, a entidade estima que o crescimento também será favorecido pela valorização do dólar, o que motiva as pessoas escolherem atrativos turísticos brasileiros na hora de decidir a viagem, influenciando principalmente a classe média a procurar destinos nacionais.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA