Abracorp: hotelaria nacional atinge 50% dos níveis de 2019

|

Recentemente, a Abracorp divulgou os resultados apurados no segundo trimestre deste ano do mercado de viagens corporativas, comprovando que há luz no fim do túnel, mas ainda de forma tênue.

Divulgação
Abracorp: hotelaria nacional atinge 50% dos níveis de 2019
Abracorp: hotelaria nacional atinge 50% dos níveis de 2019
Em termos gerais, o setor operou no segundo trimestre 75% abaixo ao mesmo período de 2019 (pré-pandemia de covid-19). O faturamento do setor de abril a junho deste ano foi de R$ 769 milhões, enquanto no mesmo período de 2019 tinha atingido R$ 3,024 bilhões.

Mas, em alguns segmentos, de acordo com o levantamento, nota-se uma recuperação. Exemplos são no setor de locação nacional, que registrou uma queda de apenas 2,17% em relação ao segundo trimestre de 2019, de R$ 37,5 milhões para R$ 36,5 milhões; e na hotelaria nacional, com menos vigor, mas que está trabalhando neste ano a 50% do resultado em 2019 e uma retração diária média em torno de somente 18%. A hotelaria nacional faturou, no segundo trimestre de 2019, R$ 561,8 milhões, enquanto de abril de junho deste ano, R$ 278,9 milhões.

As tendências do setor de hotelaria foram confirmadas pelo André Sena, chief digital officer da Accor, André Sena, em sua participação na reunião da entidade, ocorrida em agosto. Segundo ele, o mercado já está se movimentando.

Um dos mercados que vêm mais sofrendo neste ano é o aéreo, com queda de 90% nas viagens internacionais e 73% nos voos domésticos. Importante lembrar que a retração nos voos domésticos ocorre apesar de a tarifa em média ter diminuído cerca de 18%.

A situação, entretanto, só ficará mais clara quando as empresas retornarem, definitivamente, às viagens. A vacinação na maior parte da população economicamente ativa, que está avançando mais rapidamente neste segundo semestre no Brasil, será fundamental para melhorar a segurança e, consequentemente, a confiança do viajante.

“Além da vacinação, o cliente deverá estar atento às empresas que cumprem, rigorosamente, os protocolos sanitários. Isso é fundamental para evitarmos a transmissão da covid19”, diz o presidente executivo da associação, Gervasio Tanabe.

Com a evolução da campanha nacional de vacinação e perspectiva da liberação dos eventos, que em alguns Estados já começa a ocorrer, os reflexos, com certeza, serão positivos para a retomada das viagens corporativas e melhoria dos negócios no setor.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA