Amex dá primeiros passos para processar transações na China

|

Adam Gault/Getty Images
O banco central da China aceitou a solicitação da American Express para compensar e liquidar transações bancárias domésticas por meio de uma joint venture com a provedora de pagamentos móveis chinesa Lian Lian. Se aprovada, a Amex poderá processar transações para clientes chineses locais e para os que viajam ao país.

O banco tem 90 dias para aprovar ou recusar o processo. Caso aprove, a Amex terá 12 meses para construir sua rede, incluindo contratos de emissão e aquisição de edifícios, e estabelecer o caminho dos pagamentos e os centros de dados.

De acordo com o vice-presidente de assuntos corporativos da Amex para Japão, Ásia-Pacífico e Austrália, Fritz Quinn, esta aprovação seria importante por diferentes motivos, entre eles: a China tem o maior mercado de crédito ao consumidor do mundo, os chineses estão viajando cada vez mais para o exterior e o mercado doméstico chinês de pagamentos está crescendo rapidamente.

Ingressar no mercado de pagamentos chinês é difícil, por isso muitas empresas optam por parcerias com companhias locais. Juntamente com o China Merchants Bank, em 2008, a Air Plus foi a primeira rede a oferecer cartões corporativos para empresas que operam na China, por exemplo.


*Fonte: Business Travel News

conteúdo original: https://bit.ly/2FVizyu
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA