Onfly vai às compras: startup busca fusões e aquisições

|


Divulgação
Marcelo Linhares, da Onfly
Marcelo Linhares, da Onfly

Com o intuito de atingir R$ 40 milhões em volume de transação em 2021, a startup mineira voltada à gestão de viagens corporativas Onfly deve, em breve, anunciar a aquisição de agências de viagens e parcerias com empresas do segmento. O intuito é acelerar o crescimento da empresa por meio de ampliação da carteira de clientes.

"Apesar da tecnologia ter se tornado indispensável para algumas pessoas no momento de agendar uma viagem, muitas ainda se programam 'à moda antiga'. Com os investimentos realizados, pretendemos crescer e levar nosso sistema a um número maior de empresas, tornando cada vez mais prática e eficiente o método de agendamento de passagens, hotéis, aluguel de carros e até mesmo o reembolso", aposta o CEO da Onfly, Marcelo Linhares.

Segundo ele, o foco da Onfly está em agências mais convencionais do setor, principalmente aquelas com carteira de clientes recheada, mas sem tanto foco em tecnologia. "Assim, entramos na parceria com a oferta de ferramentas tecnológicas que gerem agilidade, praticidade e economia na contratação de viagens corporativas”, completa Linhares.

Se a Onfly alcançar os R$ 40 milhões almejados em 2021, seu crescimento será mais de quatro vezes maior do que o registrado em 2020, ano em que fechou com R$ 8,5 milhões.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA