Salvador Destination mira investimento no mercado Mice

|

O mercado turístico de Salvador tem dado sinais de recuperação. Em julho, por exemplo, a taxa de ocupação dos hotéis da capital baiana foi de 50,82%, de acordo com a Pesquisa Conjuntural de Desempenho. Outra informação positiva para a cidade é o dado de que 50% das reservas para o próximo réveillon já estão feitas na rede hoteleira.
Brunna Castro
Raimundo Peres, diretor executivo da Salvador Destination

Com tais indícios da retomada do Turismo na capital da Bahia, a Salvador Destination acredita que é chegada a hora agora promover a cidade e trabalhar intensamente na área de captação de eventos. “É esse o tipo de perfil de uma clientela que nós desejamos”, afirma o diretor executivo da Salvador Destination, Raimundo Peres.

Para os próximos três anos, a entidade atraiu 18 eventos já confirmados e outros 53 estão em fase de decisão.

“Nós ainda não temos um grande centro de convenções, que é o grande fator indutor para os eventos de grande e médio porte. O governo promete que até o final do ano entrega o espaço em condições de segurança e de operacionalidade para recebermos os congressos de grande porte em Salvador. Mas já estamos trabalhando nos congressos de médio e pequeno porte, onde a nossa cadeia hoteleira suporta e tem condições de receber de forma muito profissional e técnica”, afirma o diretor de Relações Institucionais da Salvador Destination, Roberto Duran.

“Nesse início nós vamos trabalhar muito em cima da captação dos eventos com perfil de tamanho que possa ser atendido pelos hotéis. Vamos investir muito no mercado Mice e estrategicamente pretendemos elaborar em uma área no bairro de Itapuã, caminhando para o litoral norte, que teria uma vocação dos hotéis voltados para o mercado Mice se concentrarem ali, pela área e pela extensão da região e pelo perfil dos hotéis em termos de resorts que por ali se instalam”, explica Peres. De acordo com o diretor executivo, a associação já levou dois grupos de médicos nacionais para Salvador e vai trabalhar até o final do ano com decision makers da área de incentivos e convenções.

CENTRO DE CONVENÇÕES
De acordo com o secretário de Cultura e Turismo da Prefeitura de Salvador, Érico Pina Mendonça Junior, “o governo do Estado tem a perspectiva de entregar o centro de convenções para funcionar a partir de novembro deste ano não totalmente concluído, mas em condições já de receber eventos”.

Brunna Castro
Roberto Duran, diretor de Relações Institucionais da Salvador Destination
VISITORS
A "entidade facilitadora sem fins lucrativos voltada à captação de eventos" - como explica o presidente Paulo Gaudenzi -, que tem como missão promover e divulgar Salvador no segmento de eventos nacionais e internacionais, conta hoje com 50 associados. No segmento de visitors, no entanto, a Salvador Destination tem promovido um trabalho em parceria com a prefeitura para poder viabilizar e facilitar a indução dos eventos para o destino.

“Nós sentimos a necessidade de que, pelo menos nesse momento, a Salvador Destination abrisse um pouco o leque para parte de visitors porque era a forma que nós encontramos para poder dar visibilidade e atrair os eventos. Mas o foco da entidade é trazer eventos para a cidade”, afirma Duran.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA