BenchMice reúne gestores para discutir o mercado de eventos

|

Formado por 48 empresas e 54 gestores, o BenchMice, criado pela Evento Único, busca trazer discussões relacionadas a eventos e todo o segmento Mice. Com patrocínio da Tour House Eventos e Incentivos, Inteegra, Renaissance, R1 e Tes Cenografia, o projeto foi apresentado hoje (27) aos participantes.

Emerson Souza
Roberta Nonis, da Evento Único, idealizadora do projeto
Roberta Nonis, da Evento Único, idealizadora do projeto
“Sentia falta de um grupo que discutisse e trouxesse ensinamentos relacionados à gestão de eventos. Temos empresas de diversos segmentos participando, com demandas diferentes. Com certeza as trocas realizadas nesse projeto, que começa em fevereiro de 2020, serão muito boas, devido a essa diversidade de companhias”, afirma a CEO da Evento Único, Roberta Nonis.

Serão quatro reuniões no ano que vem: em 13 de fevereiro, no Staybridge SP; 21 de maio, no Belmond Copacabana Palace; 4 de agosto, no Intercontinental, e 26 de novembro, no Renaissance. A princípio os encontros serão trimestrais para o grupo sentir a aderência e desenvolvimento, com a frequência podendo ser eventualmente regulada.

O propósito do projeto será desenvolver o mercado Mice e tornar o profissional de eventos reconhecido por suas habilidades e valorizado por seu papel estratégico, assim como promover a troca de experiências entre gestores de diferentes níveis, compartilhar boas práticas de gestão e oferecer conteúdo educacional para atualização dos participantes em metodologias.

“Nas reuniões serão debatidos temas, como modelos de precificação, design de eventos, cases de sucesso, sustentabilidade, além de tecnologia, que será discutida em sessões de dez minutos pelos patrocinadores, que falarão não só sobre suas ferramentas, mas também sobre tendências na área”, explica.

Os quatro encontros terão a mesma dinâmica: sempre na parte da manhã, com quatro horas de duração, sendo uma hora de educacional, 30 minutos de conteúdo dos patrocinadores, uma hora de networking e uma hora e meia de rodada de mercado, onde os profissionais poderão discutir livremente sobre assuntos da indústria.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA