Viagens corporativas: vender ou atender o cliente?

|


Dreamstime

Treinamento à distância, eventos remotos e teletrabalho são alguns dos pilares que estremecem com a crise do novo coronavírus no mercado de trabalho.

Em relação à gestão de despesas, a pandemia fez com que o mundo todo uma lógica econômica vigente desde à segunda guerra mundial, de investimentos permanentes no crescimento dos negócios.

Ao analisar esses fatos, o CEO dos Sistemas Reserve e da Solid Corporate, Luis Vabo, expõe em seu blog no Portal PANROTAS, B2B Tech, o desafio que o agente de viagens corporativas terá a partir de agora.

Veja mais sobre essa "escolha de Sofia" no post, clicando aqui.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA