Alex da Riva, do Cristalino Lodge (MT), é novo presidente da BLTA

|

Instagram BLTA
André Zanonato, Claudia Baumgratz, Alex da Riva, Simone Scorsato, Mariana Rosa e Michael Nagy
André Zanonato, Claudia Baumgratz, Alex da Riva, Simone Scorsato, Mariana Rosa e Michael Nagy

Aconteceu ontem, com parte presencial no Fasano Rio de Janeiro e parte com participação remota dos associados, a assembleia geral ordinária para composição da nova diretoria da BLTA, a Brazilian Luxury Travel Association.

Alex da Riva, do Cristalino Lodge, do Mato Grosso, foi eleito presidente. Confira abaixo a nova diretoria completa.

Presidente do Conselho: Alex da Riva – Cristalino Lodge (MT)
Vice-presidente comercial – Mariana Rosa – Passion Collection (RJ)
Vice-presidente de Comunicação – Claudia Baumgratz – Comuna do Ibitipoca (MG)
Vice-presidente financeiro – André Zanonato – Etnia Casa Hotel (BA)
Vice-presidente de Relações Institucionais – Michael Nagy – Fairmont Rio de Janeiro Copacabana (RJ)
Vice-presidente de Sustentabilidade – Roberto Klabin – Refúgio Ecológico Caiman (MS)
CEO – Simone Scorsato (assumindo novo cargo)

Instagram BLTA
BLTA

Em 2019, os membros da BLTA, associação de viagens de luxo no Brasil, tiveram uma movimentação de US$ 1,2 bilhão com a venda de hospedagem, com números que superaram a performance de 2018. O inventário subiu de 1.633 quartos para 2.239 e a venda pulou de 313,6 mil para 428,6 mil, resultando em uma ocupação de 52%, equivalente à de 2018. A diária média foi de R$ 812,5 e os associados representaram 34 destinos, por onde passaram 616 mil viajantes. São no total 46 membros, entre operadoras (cinco) e meios de hospedagem (41). Ainda não há dados completos de 2020, mas a ocupação em setembro do ano da pandemia chegava a 55%.

Em novembro a entidade elencou seis desafios e seis tendências para as viagens de luxo. Confira.

 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA