EMPRESAS

Sky Airline é aprovada pela Anac e inicia voos em novembro


Divulgação
O espaço aéreo brasileiro já tem sua primeira low cost autorizada para operar voos internacionais. Trata-se da Sky Airline, segunda maior aérea do Chile que em setembro anunciou rotas desde São Paulo, Rio de Janeiro e Florianópolis. A autorização dada concedida pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) foi publicada na edição de hoje do Diário Nacional da União.

A previsão da entidade é que o primeiro voo regular seja realizado em dez dias, em 5 de novembro. O itinerário em questão será entre o Aeroporto Internacional Comodoro Arturo Merino Benítez, em Santiago, no Chile, com destino ao Aeroporto Internacional do Galeão, no Rio de Janeiro.

Este voo entre Santiago e Rio de Janeiro terá cinco frequências semanais, operadas a bordo de um Airbus 320 com capacidade para 186 passageiros. O serviço para Florianópolis também começa em novembro, no dia 6, mas esse é sazonal, de novembro a março, quatro vezes por semana. Já o voo para Guarulhos se inicia em 17 de dezembro e esse também é regular, com cinco frequências semanais.

LEIA TAMBÉM: Low costs no Brasil - parte 1: aéreas nacionais ficaram pra trás?

De acordo com a Anac, “a autorização operacional é a última das três etapas que uma empresa estrangeira necessita para operar voo regulares no Brasil. As duas primeiras autorizações, a de funcionamento no País e a jurídica, foram emitidas pela Anac em maio de 2013”.

Além da chilena Sky Airline, a Anac também processa as requisições de outras três companhias aéreas low cost internacionais: Norwegian, sediada na Europa, além de Avian e Flybondi, da Argentina.

CONTATO NO BRASIL

A representante da Sky Airline no Brasil é Priscila Hasegawa, supervisora de Vendas. Seus contatos: 11 3257-8611 e priscila.hasegawa@skyairline.com

Atualizada às 16h11. Inicialmente apontamos que os serviços a Guarulhos e Florianópolis só iniciaram em 2019.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA