EMPRESAS

Em meio à crise, Boeing apresenta seu primeiro 737 Max 10

A Boeing ainda atravessa um longo processo para colocar suas aeronaves da família Max de volta nos céus, mas esta sexta-feira (22) foi de celebração na fábrica da empresa norte-americana em Renton, nos Estados Unidos. Com a presença milhares de funcionários, o primeiro 737 Max 10 foi oficialmente apresentado.

Divulgação
Primeiro 737 Max 10 foi apresentado na fábrica da Boeing em Renton, nos EUA
Primeiro 737 Max 10 foi apresentado na fábrica da Boeing em Renton, nos EUA
“A celebração de hoje não é apenas sobre uma nova aeronave, mas sim sobre todas as pessoas envolvidas para que este dia chegasse, desde o processo de design até a construção da aeronave e sua entrega. O foco incansável desta equipe em segurança e qualidade mostra o compromisso que temos com os nossos clientes, incluindo as companhias aéreas e as pessoas que voam em nossos aviões”, comemorou o vice-presidente e diretor geral do Programa 737, Mark Jenks.

LEIA TAMBÉM
Boeing reporta queda de 53% no lucro trimestral
United reacomodará quem se recusar a voar no 737 Max
Presidente da Gol está confiante na volta do Max ainda em 2019

Maior versão da família, o 737 Max 10 tem capacidade para até 230 passageiros e, de acordo com a fabricante, oferece o menor custo de assento por milha na comparação com qualquer avião de corredor único já produzido. Agora, a aeronave será submetida a verificações em relação aos seus sistemas operacionais e motores antes que possa realizar seu primeiro voo oficial.

Segundo a Boeing, o 737 Max 10 já recebeu cerca de 550 pedidos firmes. Entre as companhias aéreas que aguardam pela nova aeronave, estão United Airlines, Lion Air, Gol, Virgin Austrália, Copa Airlines e Tui.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA