United Airlines vê aumento da demanda mas será 30% menor

|

A United realizou hoje (2) um fórum de atualização sobre os negócios da companhia aérea, diante da crise de covid-19. Além de uma série de medidas de limpeza e segurança no solo e no ar, a empresa está estendendo e flexibilizando prazos e validades para alteração de bilhetes, assim como status do Mileage Plus, e se adaptando no novo cenário.

Divulgação
United realizou fórum de atualização sobre os negócios da companhia aérea, diante da crise de covid-19
United realizou fórum de atualização sobre os negócios da companhia aérea, diante da crise de covid-19
Segundo o CCO da companhia, Andrew Nocella, no começo de 2020, a expectativa de crescimento era de 5%. Alguns objetivos estão sendo atingidos, mas o caminho da área vem sendo totalmente diferente, assim como para o resto do mundo. A transportadora já vê serviços voltando, por exemplo, em Newark, Nova York e San Francisco, o que é algo muito bom, considerando que a cidade nova-iorquina era o epicentro do novo coronavírus nos EUA. Internacionalmente, o CCO citou as rotas para São Paulo, Tóquio e Frankfurt e que, em julho, planejam expandir ainda mais as operações.

“Estamos vendo a demanda voltando a crescer e aumentado a cada dia, mas ainda estamos longe de onde era para estarmos. Para os próximos meses, estamos analisando quantos aviões colocar no ar e isso dependerá de quantos passageiros tivermos. E, para que isso aconteça, temos a segurança como nossa prioridade principal”, diz.

REDIMENSIONAMENTO
Muito tem se visto sobre a profunda mudança que a pandemia causará nas diferentes empresas e a tendência de transformá-las em negócios menores. De acordo com o vice-presidente sênior de Vendas Mundiais, Jake Cefolia, diante da lentidão de retomada da demanda, a United será 30% menor.

“Nossa tentativa é de fazer isso de forma mais voluntária possível, oferecendo um programa de demissão voluntário. As equipes serão 30% menores, incluindo as de vendas, e, para isso, também teremos de fazer reduções involuntárias, infelizmente”, explica.

ONDE ESTÁ A DEMANDA?
Para poder reconstruir seus negócios, é muito importante entender onde está sendo estruturada a demanda. Com esse objetivo, a companhia criou uma ferramenta para captar insights sobre de onde pode estar vindo a retomada das viagens.

A princípio, a plataforma ficará disponível até o final de junho. Mas, segundo Cefolia, se ela oferecer informações interessantes, mostrando onde os deslocamentos começarão, poderá ficar no ar por mais tempo.

Reprodução
Ferramenta para dar insights sobre a demanda
Ferramenta para dar insights sobre a demanda

MEDIDAS DE LIMPEZA E SEGURANÇA
A transportadora vem apostando fortemente em novos protocolos e tecnologias para a retomada segura das viagens. Nos aeroportos, a temperatura de todos funcionários está sendo medida por meio de câmeras de imagem térmica.

Máscaras estão sendo requeridas durante os voos, tanto para a tripulação, quanto para passageiros. Nas aeronaves, a empresa está utilizando o método de pulverização eletrostática, que envolve a aplicação de uma carga elétrica a um líquido para que ela cubra totalmente uma superfície, garantindo maior limpeza. Já foram encomendados pelo menos 750 aparelhos para que a aplicação seja feita em todos os aviões, em todas as partidas.

Também foram instaladas barreiras de proteção nos aeroportos, em locais onde os clientes interagem com as equipes, como nas áreas de check-in, embarque e serviços de atendimento. Entre as medidas adicionais estão também as experiências cada vez mais touchless, por meio do aplicativo da aérea, em lobbies, quiosques e mais.

O embarque também está diferenciado para manter a distância física de pelo menos 1,8 metros entre os passageiros. Além disso, grupos menores estão sendo embarcados e a empresa está dando a opção e escolha pessoal para o cliente escolher quando estiver mais confortável para embarcar, sem seguir necessariamente a ordem imposta
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA