Amaszonas é vendida por US$ 50 mi para low-cost Nella Airlines

|


Divulgação
Nella é controlada pelo brasileiro Maurício Araújo de Oliveira Souza
Nella é controlada pelo brasileiro Maurício Araújo de Oliveira Souza
Fundada há pouco mais de um ano, a low-cost Nella Airlines anunciou hoje a aquisição da Amaszonas Línea Aérea, da Bolívia, por US$ 50 milhões. Norte-americana, a Nella é controlada pelo brasileiro Maurício Araújo de Oliveira Souza, que pretende levar a companhia a ser um dos principais nomes da aviação não só do Brasil, como também da América Latina, Estados Unidos e Caribe.

Divulgação/Nella
Mauricio Souza, controlador da Nella Airlines
Mauricio Souza, controlador da Nella Airlines
A companhia aérea adquirida pela Nella tem voos partindo de Guarulhos (SP), e atualmente opera em Bolívia, Chile e Paraguai, além de Rio de Janeiro, São Paulo e Foz do Iguaçu (PR), estas últimas com operações interrompidas desde o início da pandemia, mas a nova controladora já anunciou que pretende retomar em breve.

A aquisição é a segunda em um mês da Nella. Há três semanas, Maurício Souza já tinha assumido o controle da venezuelana Albatros Airlines que voa para Aruba, Costa Rica, Margarita e Punto Fijo e que está em fase de certificação 129 para voar no Brasil.

Divulgação
Amaszonas Línea Aérea, da Bolívia, tem atuação em Guarulhos e outras cidades do Brasil
Amaszonas Línea Aérea, da Bolívia, tem atuação em Guarulhos e outras cidades do Brasil
Segundo a advogada Cristiane Secco, que intermediou a operação de ambos os lados - compra e venda - a aquisição antecipa as atividades da Nella Airlines no Brasil. “Com essa aquisição, antecipamos a operação da empresa, já que o processo de certificação da Nella Brasil só deve ser concluído no primeiro trimestre de 2022”, afirma a sócia responsável pela área de M&A e especialista em aviação do Albuquerque Melo Advogados.

Divulgação/Nella
 Cristiane Secco, sócia responsável pela área de M&A e especialista em aviação do Albuquerque Melo Advogados
Cristiane Secco, sócia responsável pela área de M&A e especialista em aviação do Albuquerque Melo Advogados
“Com 22 anos no mercado, a Amaszonas é a companhia aérea mais antiga em operação na Bolívia, possui a frota mais moderna do país e opera com voos internacionais regulares para o Brasil, Chile e Paraguai", afirma Mauricio Souza. "Com essa aquisição, a Nella passa a atuar em um mercado que movimentou, antes da pandemia, cerca de quatro milhões de passageiros ao ano e que até o mês de junho de 2021 recuperou 78% dessa demanda”, continua o CEO da Nella, que demonstra confiança na retomada e solidez do grupo.

SOBRE A NELLA AIRLINES

A Nella Airlines tem sede no Aeroporto Internacional de Brasília e chegou ao Brasil com a proposta de oferecer voos no mercado regional, atendendo inicialmente as regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste. A low-cost abriu com 140 funcionários, e seu principal objetivo é chegar a cidades ainda não atendidas pelo serviço aéreo.

Inicialmente, a frota da aérea é composta de quatro ATR-42, com capacidade para 42 passageiros.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA