Qatar tem crescimento de 26% em demanda por voos em 2021

|


Divulgação
O resultado é avaliado internamente como consequência de um trabalho ininterrupto que foi sustentado em todo o período da pandemia
O resultado é avaliado internamente como consequência de um trabalho ininterrupto que foi sustentado em todo o período da pandemia
Com base em dados levantados pela Iata, a Qatar Airways informa que cresceu 26% em demanda total por voos durante o ano passado. O número fez com que a empresa fosse a segunda do mundo em índice RPK (Revenue Passenger Kilometers), num mercado que cresceu apenas 1% no período. O percentual leva em consideração o desempenho de 2021 comparado ao ano anterior.

O resultado é avaliado internamente pela companhia aérea como consequência de um trabalho ininterrupto que foi sustentado em todo o período da pandemia, o que tornou a operação da marca ainda mais consistente.

Nesse período, a Qatar também aumentou de maneira significante seu portfólio para 145 destinos, especialmente nos Estados Unidos, onde agora opera para 12 cidades com quase 100 voos por semana, incluindo os recém-adicionados São Francisco e Seattle.

A companhia também se concentrou fortemente na expansão para a África com a adição de novas rotas para Abuja (Nigéria), Abidjan (Costa do Marfim), Accra (Gana), Harare (Zimbábue), Kano (Nigéria), Lusaka (Zâmbia) e Port Harcourt (Nigéria).

Recentemente a companhia também divulgou números relacionados a sua operação no Brasil e comemorou os 80% de ocupação no período.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA