Latam alcança maior número de destinos brasileiros de sua história

|

Divulgação
A320 na pista do aeroporto Juiz de Fora/Zona da Mata, o mais recente destino doméstico inaugurado pela companhia na alta temporada de 2022
A320 na pista do aeroporto Juiz de Fora/Zona da Mata, o mais recente destino doméstico inaugurado pela companhia na alta temporada de 2022
Para julho, mês de alta temporada no mercado aéreo, a Latam Brasil investiu na inauguração de destinos programados para 2022, como Montes Claros (MG), Cascavel (PR), Caxias do Sul (RS) e Juiz de Fora (MG). Os investimentos fizeram com que a aérea conquistasse o maior número de destinos no Brasil da sua história. Hoje, são 54, superando os 44 que tinha em 2019, antes da pandemia de covid-19. Além disso, a companhia aumentou a quantidade de voos e retomou rotas importantes, como Rio Branco-Brasília, Curitiba-Porto Alegre e Fortaleza-Vitória.

“Foi na pandemia que conseguimos alcançar uma eficiência operacional que viabiliza não somente retomar a conectividade reduzida durante a crise, como também investir em novos destinos. Nosso foco é crescer com sustentabilidade: retomando rotas, abrindo novos voos e até mesmo alocando aeronaves maiores onde há demanda potencial”, explicou a diretora de Vendas e Marketing da Latam Brasil, Aline Mafra.

Ainda em julho de 2022, a empresa continuou a investir no fortalecimento de sua malha aérea e programou quase três mil voos domésticos e internacionais adicionais para garantir o atendimento de aproximadamente três milhões de passageiros, o que corresponde a 60% de crescimento na comparação com o mesmo mês de 2021. Ao todo, a companhia fechou o mês com quase 20 mil pousos e decolagens de/para o Brasil, um crescimento de 61% em comparação ao mesmo período de 2021.

LIDERANÇA NO DOMÉSTICO
Além disso, a Latam é a companhia aérea que responde pela maior oferta de assentos (35% do ASK) e pela maior participação de mercado (35% de RPK) no mercado doméstico brasileiro. É isso que apontam os dados acumulados da Anac para os últimos 12 meses.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA