Delta manterá investimentos em Virgin Atlantic, Aeromexico e Latam

|

A Delta Air Lines confirmou que fará investimentos na Virgin Atlantic, na Aeromexico e na Latam. De acordo com a companhia norte-americana, os aportes, que devem chegar a aproximadamente US$ 1,2 bilhão em participações acionárias, serão feitos conforme as companhias aéreas parceiras transformem seus negócios para emergir da pandemia global. Os investimentos reforçam a plataforma global da Delta, que busca oferecer a seus clientes mais conectividade, além de impulsionar o crescimento dos negócios para a empresa, seus funcionários e parceiros.

Divulgação/ Delta Air Lines
A Delta segue com seus planos de parceria para aumentar conectividade
A Delta segue com seus planos de parceria para aumentar conectividade
Antes da pandemia, a Delta vinha alcançando um crescimento internacional recorde, atribuído a uma combinação entre crescimento orgânico e sua rede de parceiros globais. Nos últimos dez anos, a companhia construiu acordos com as principais aéreas da Europa, Ásia e América Latina.

“Os investimentos estratégicos em nossos parceiros transformarão nossa capacidade de aprimorar as viagens de nossos clientes, permitindo-nos oferecer uma experiência de viagem perfeita e, ao mesmo tempo, propiciar a eles uma rede incomparável entre os Estados Unidos e os principais mercados em todo o mundo”, disse o CEO da Delta, Ed Bastian.

“O trabalho que cada um de nossos parceiros fez para fortalecer seus negócios para o futuro torna essas parcerias ainda mais valiosas e cria uma nova era de viagens internacionais para beneficiar nossos clientes, funcionários e investidores, à medida em que as viagens globais se recuperam em 2022 e posteriormente”, completa.

COMO SÃO AS PARCERIAS
A Delta tem como objetivo uma participação acionária de 20% na Aeromexico e uma participação acionária de 10% na Latam. Além disso, a empresa manterá sua participação acionária de 49% na Virgin Atlantic.

Com novas aeronaves widebody (fuselagem larga) a caminho, recorde de contratações e investimentos significativos em preparação internacional, a Delta está posicionada para liderar o setor durante a recuperação contínua. As parcerias com a Virgin Atlantic, Aeromexico e Latam expandem esse potencial de crescimento, ajudando a aumentar as rotas e a conectividade, assim como a criação de empregos associados. Veja as condições dos acordos:

Aeromexico: o Acordo de Cooperação Conjunta (JCA, na sigla em inglês) entre as companhias foi lançado em 2017. Nos últimos quatro anos, a Delta e a Aeromexico construíram uma rede transfronteiriça líder, com mais de 40 rotas populares de negócios e lazer a partir de seus principais hubs e oferecendo o máximo de serviço nos maiores mercados de Nova York e Los Angeles.

Latam: o Acordo de Joint Venture transamericano da Delta e da Latam combinará a rede de rotas complementares das transportadoras entre as Américas do Norte e do Sul. Após a aprovação da joint venture pelo tribunal chileno em outubro deste ano, Delta e Latam expandiram seus codeshares existentes para melhorar a conectividade entre as Américas do Norte e do Sul.

Virgin Atlantic: a joint venture da Delta com a Virgin Atlantic tem, desde 2013, consolidado a posição da Delta nas principais rotas dos Estados Unidos e do Reino Unido, incluindo a principal rota comercial de Nova York-JFK para Londres-Heathrow.

“Durante a pandemia, a Delta continuou a investir no futuro, incluindo novos pedidos de aeronaves, acelerando projetos imobiliários e aplicando recursos significativos em medidas de saúde e segurança para proteger nossos funcionários e clientes”, disse o vice-presidente executivo e diretor financeiro Dan Janki. “Da mesma forma, investir em nossos parceiros agora, mesmo enquanto continuamos a enfrentar a pandemia, é a escolha certa para apoiar a estratégia de longo prazo da Delta”.

Não há alteração nos investimentos da Delta na Air France-KLM, Korean Air e China Eastern.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA