Segundo trimestre será o pior período para aviação latina

|


Divulgação
O próximo trimestre será o pior período da crise causada pelo coronavírus no setor aéreo da América Latina, mas com ligeira queda no impacto negativo global.

De abril a junho, as perdas no mercado latino-americano devem ser de 80% em relação ao mesmo período no ano passado. No terceiro trimestre, o impacto cai para 40% e, no último, 10%. No final deste mês, devemos fechar o primeiro trimestre com perda de 9% em relação ao intervalo de janeiro a março de 2019.


Em termos globais, no entanto, o pior já se foi. No primeiro trimestre o impacto na aviação do mundo foi de 8%. No segundo, deve ser de 6%, no terceiro de 4% e, no último, de 3%.

Os cálculos são da Iata, que prevê um prejuízo de US$ 252 bilhões para a indústria globalmente devido à "crise sem precedentes pela qual passamos".
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA