TECNOLOGIA

Hahn Air inaugura emissão de bilhete aéreo via blockchain

A Hahn Air se tornou a primeira companhia aérea do mundo a emitir um bilhete aéreo por meio da tecnologia blockchain e embarcar passageiros pela modalidade em um voo regular. A operação foi realizada pela plataforma de distribuição de viagens de fonte aberta Winding Tree, sendo válida para a rota entre Dusseldorf, na Alemanha, e Luxemburgo.

Divulgação/Hahn Air
Frederick Nowotny (Hahn Air) entre Maksim Izmaylov e Davide Montali, (Winding Tree). Primeiros passageiros embarcados pela tecnologia de blockchain
Frederick Nowotny (Hahn Air) entre Maksim Izmaylov e Davide Montali, (Winding Tree). Primeiros passageiros embarcados pela tecnologia de blockchain
"Estamos constantemente explorando novas tecnologias e estamos orgulhosos por demonstrar nossa capacidade técnica de emitir bilhetes impulsionados por blockchain em parceria com a Winding Tree. Nosso objetivo é investigar e monitorar as oportunidades que esta tecnologia oferece à distribuição de viagens, mesmo com a aceitação geral ainda sendo uma visão para o futuro", comentou o gerente de Engenharia de Vendas da Hahn Air, Frederick Nowotny.

"Embora o blockchain atualmente seja exclusivamente associado à criptomoeda Bitcoin, ele tem grande potencial para diversas indústrias e aplicações, com especialistas concordando que a tecnologia terá um enorme impacto em todas as áreas da economia e do comércio nas próximas décadas. Acreditamos que o blockchain terá a capacidade, como o NDC, de mudar completamente a cara da distribuição de viagens”, acrescentou o fundador da Winding Tree, Maksim Izmaylov.

Por meio da plataforma, a Hahn Air pode listar inventários, administrar as solicitações de reservas e receber pagamentos depois que o processo de reserva estiver concluído. Os métodos de pagamento aceitos são: dinheiro, cartão de crédito e criptomoeda (Lif Token ou Ether).
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA