Câmara LGBT acerta ao levar evento e conteúdo a Salvador

|

PANROTAS / Artur Luiz Andrade
Ricardo Gomes, presidente da Cãmara LGBT, Jean Paul Gonze, presidente da Abav-BA e vice da Salvador Destination, secretário de Turismo da Bahia, Maurício Bacellar, o presidente da ABIH-BA, Luciano Lopes, do Fasano Salvador, e Magno Lavigne, assessor da Setur-BA
Ricardo Gomes, presidente da Cãmara LGBT, Jean Paul Gonze, presidente da Abav-BA e vice da Salvador Destination, secretário de Turismo da Bahia, Maurício Bacellar, o presidente da ABIH-BA, Luciano Lopes, do Fasano Salvador, e Magno Lavigne, assessor da Setur-BA
Com apoio total da Secretaria de Turismo da Bahia, a Câmara de Turismo LGBT realizou hoje, no Mercure Pituba, em Salvador, a primeira edição do LGBT Travel Connecting, evento criado para levar conhecimento, networking e cases de sucesso aos mercados e destinos de todo o País. E pelo conteúdo apresentado, a iniciativa se mostrou acertada. Se mercados como São Paulo e Rio já estão avançados no bem receber os visitantes LGBTQIA+, em vender viagens para esse público e em incentivar a inclusão e a diversidade, quando saímos dessa bolha ainda vemos que há muito a ser trabalhado. Sempre com o objetivo de levar os benefícios do respeito à diversidade aos negócios, empresas e profissionais.

A educação sobre diversidade é algo contínuo e que sempre tem atualizações, e o LGBT Travel Connecting mostrou que o conteúdo e as parcerias para rodar o Brasil estão à mão dos destinos interessados. A próxima edição será em 6 de outubro, no Rio de Janeiro. Antes, a Câmara LGBT promove, em São Paulo, a Conferência Internacional da Diversidade, de 22 a 26 de agosto, com um dia inteiro dedicado ao Turismo.

"Descentralizar eventos como esse, de conteúdo e capacitação, é fundamental para que todo o País, respeitando as diferenças regionais e características de cada destino, esteja na mesma página quando o assunto é diversidade. E o Turismo precisa que tanto a venda como o receptivo dos visitantes estejam preparados para entender e respeitar as pessoas e suas diferenças. A iniciativa da Câmara LGBT e da Bahia nesse sentido cumpriu muito bem seu papel, nesse pontapé inicial na nova rodada de eventos da Câmara. A PANROTAS agradece à parceria da Câmara LGBT e continuará apoiando essas iniciativas em todo o País", disse o editor-chefe da PANROTAS, Artur Luiz Andrade, que mediou um dos debates do evento.

BAHIA RECEPTIVA

O secretário de Turismo da Bahia, Maurício Bacellar, em seu discurso no evento, fez questão de destacar que o Estado é comprometido com a causa da diversidade e em bem receber os visitantes LGBTQIA+. “Esse evento entra em nosso pilar de Promoção do plano Viva Turismo Bahia, de retomada depois da pandemia, e é muito importante sermos o primeiro destino a receber esse novo modelo de encontro da Câmara LGBT”, disse. Ele frisou ainda que a Bahia já recuperou os índices do Turismo doméstico de 2019, mesmo com menos voos. E salientou a necessidade de mais ligações internacionais, para a recuperação desse nicho, e se mostrou preocupado com os altos preços do aéreo no Brasil.

“O evento encerra as comemorações do mês do Orgulho LGBTQIA+ e mostra que temos muito a fazer nos destinos e é importante que os gestores abracem e acreditem nessa causa. Por isso agradeço e aplaudo à iniciativa do secretário Bacelar, que desde a conferência do ano passado se mostrou do nosso lado”, declara Ricardo Gomes Presidente da Câmara LGBT.

AGÊNCIAS DE VIAGENS

O LGBT Travel Connectin Bahia teve apresentações da Secretaria de Turismo da Bahia, Accor, Mercure Salvador Pituba, Krafte, Pride Holidays e Tusespaña. E apoio da Abav-BA, ABIH-BA e Salvador Destination.

A PANROTAS foi media partner do evento e o editor-chefe Artur Luiz Andrade mediou o painel “Como trabalhar o turista LGBTQIA+”, com a participação de Flavia Antunes, da VIP Guest Viagens, Fabia Fuzeti, da Estrangeira Viagens, e Marcelo Michieletto, da Viaje Entre Iguais. Eles deram dicas de como atender o cliente LGBTQIA+ que pode ser ter interesses em produtos específicos, ou o objetivo de ser tratado com respeito e igualdade em produtos e fornecedores do Turismo tradicional. O importante para o agente de viagens é conversar e conhecer melhor o cliente e suas necessidades, ter uma curadoria de destinos, fornecedores e produtos, e fazer com que a viagem tenha segurança e respeito.

O diretor da Câmara LGBT, Tavinho Furtado, também fez uma apresentação sobre a relevância do Turismo LGBTQIA+, que representa 15% do Turismo global e gera 30% mais receita que as viagens tradicionais.

Veja mais fotos abaixo.

A PANROTAS viaja a convite da Câmara LGBT, Turismo da Bahia e Accor
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA