MERCADO

Porto Alegre projeta alta ocupação durante Copa América

Unsplash/Christopher Jolly
Ocupação hoteleira da cidade deve permanecer em 80% até julho
Ocupação hoteleira da cidade deve permanecer em 80% até julho
Uma das cidades-sede da Copa América 2019, Porto Alegre deve ter números expressivos na ocupação durante o período dos jogos. Levantamento feito pelo Núcleo de Pesquisas do Sindicato de Hospedagem e Alimentação de Porto Alegre e Região Metropolitana (Sindha) indica que 80% da capacidade de hospedagem da cidade deve ser preenchida.

O presidente do Sindicato dos Hotéis de Porto Alegre (Shpoa), Carlos Henrique Schmidt, avalia o impacto da competição para o mercado hoteleiro da cidade. De acordo com o executivo, os eventos esportivos sempre resultam em bons números para cidade e, no caso da Copa América, preenche um período que tradicionalmente significa números baixos. "Junho normalmente não é um mês de boas ocupações e a competição propiciará uma alta aos hotéis", diz.

O presidente reforça, ainda, que a capital conta com uma rede hoteleira fortemente preparada para receber os turistas, com profissionais qualificados e número de leitos suficientes para a demanda.

Outro que pondera os números alcançados no período é o presidente do Sindha, Henry Chmelnitsky, que destaca o ganho dos restaurantes. "Nossa cidade possui uma variedade muito grande de restaurantes temáticos, que simbolizam bem as culturas dos países com equipes participantes na competição. No levantamento realizado pelo sindicato verificamos que 40% dos entrevistados já confirmaram que a Copa América deve gerar crescimento na receita", lembra.

O primeiro jogo da Copa América em Porto Alegre acontece neste sábado, 15 de junho. Depois dele, serão mais quatro confrontos na cidade.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA