Veja as cidades com mais reservas hoteleiras no País

|

Divulgação/Novotel Leme
Rio lidera em buscas e é segundo em reservas na semana de 18 a 24 de outubro
Rio lidera em buscas e é segundo em reservas na semana de 18 a 24 de outubro
A retomada das viagens nacionais anima o setor e dá esperança para um verão de altas cifras. Segundo o BI da Omnibees (Hotel Market Demand), que dá em tempo real a quantidade de buscas e reservas em diversas cidades brasileiras, em um total de cinco mil hotéis, na semana de 18 a 24 de outubro, as reservas no Brasil chegaram a 71% do pico pré-pandemia este ano (19 de janeiro) e as buscas atingiram 50%.

A janela de reservas, que chegou a 92 dias no auge da crise, está em 17 dias, sendo mais alta no Nordeste (23 dias de antecedência para as reservas) e mais baixa que a média no Centro-Oeste (11 dias) e Sudeste (14 dias).

As regiões com mais reservas são a Sudeste (43%), Nordeste (28%) e Sul (21%).

As buscas são maiores para finais de semana e feriados e para hotéis em capitais e a até 150 quilômetros da origem do passageiro. O Rio de Janeiro foi o destino mais buscado nesse período e São Paulo o mais vendido, com o Rio em segundo - veja abaixo.

Destinos mais buscados (18 a 24 outubro, segundo o BI da Omnibees)
1 – Rio de Janeiro (75 milhões de buscas)
2 – São Paulo (51 milhões)
3 – Gramado (22,2 milhões)
4 – Búzios (21 milhões)
5 – Natal (20,2 milhões)
6 – Porto Seguro (20,1 milhões)
7 – Ipojuca (18,7 milhões)
8 – Maceió (18,5 milhões)
9 – Florianópolis (17,5 milhões)
10 – Fortaleza (16 milhões)

Destinos mais reservados (18 a 24 outubro, segundo o BI da Omnibees)
1 – São Paulo (9,82% de share de reservas)
2 – Rio de Janeiro (6,81%)
3 – Curitiba (3%)
4 – Foz do Iguaçu (2,88%)
5 – Maceió (2,78%)
6 – Recife (2,68%)
7 – Fortaleza (2,47%)
8 – Salvador (2,45%)
9 – Brasília (2,37%)
10 – Ipojuca (2,35%)



 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA