Deville busca aproximação com agências e operadoras em novo site

|

Agências e operadoras de Turismo terão, a partir da metade de janeiro, uma nova maneira de interagir e vender diárias das nove unidades da rede de hotéis Deville. O novo formato de negociações proposto pela empresa se dará por meio de um site renovado, que teve seu lançamento neste mês, e abarcará uma plataforma para vendas diretas, com produtos exclusivos e campanhas de incentivo para esses players que intermedeiam o contato entre viajante e rede hoteleira.

PANROTAS / Filip Calixto
Leandro Carvalho, diretor de Vendas e Marketing da rede Deville
Leandro Carvalho, diretor de Vendas e Marketing da rede Deville
A ideia da ferramenta, conforme explica o diretor de Marketing e Vendas da empresa, Leandro Carvalho, veio da percepção que os hábitos de consumo mudaram. Nesse sentido, ele opina que o viajante atual passou a procurar viagens que contem com o suporte de profissionais especializados e até dos próprios hotéis, que podem contribuir com informações mais confiáveis e maior suporte.
Nesse bojo de mudança também está inclusa a demanda por tecnologias que facilitem buscas, proporcionem agilidade na compra e ofereçam um conjunto de informações completas. Daí mais um motivo para a reformulação do site e a criação da interface com parceiros comerciais.

“A nova página da rede Deville é rica em informações de tudo e não um site estático com fotos de quartos e preços. Temos ali conteúdos úteis sobre os destinos, as características e detalhes dos hotéis da marca e a nova ferramenta que vai permitir ao nosso parceiro B2B a possibilidade de comprar conosco”, reafirma o executivo.

A possibilidade de comprar direto nos domínios da rede Deville (valendo para o site e para as redes sociais) fica disponível tanto para os parceiros comerciais como também para o viajante. Tudo com valores de negociação que, segundo Carvalho, estão de acordo com uma política de respeito que faz parte dos princípios da companhia. “A intenção é reconhecer a importância desses intermediários e ao mesmo tempo divulgar todo o valor agregado que temos como rede. Estaremos disponíveis tanto para essas empresas parceiras como também para o hóspede”, informa.

COMO FAZER
O diretor da rede hoteleira elucida que os agentes e operadores que quiserem ser a outra ponta desta parceria podem fazer isso já na segunda quinzena de janeiro, quando a ferramenta estará finalizada. Nessa época, o profissional poderá acessar a página da rede Deville e criar um login, que quando acessado dará acesso a tarifas acordo e conseguirá realizar as transações.

Com o passar do tempo, a ferramenta deve evoluir e começar a oferecer oportunidades exclusivas com pacotes que envolvam hospedagem e serviços adicionais como translado ou passeios turísticos.

POR TODOS OS CAMINHOS
Embora enfatizando que a nova ferramenta esteja atrelada ao site, Carvalho faz questão de salientar que a novidade da empresa é uma vertical que atravessa todos locais virtuais onde a rede está presente. As diversas redes sociais da companhia, assim como os atendimentos telefônicos e via WhatsApp confluem para o mesmo lugar e dia a possibilidade de parceiros B2B e B2C interagirem com a empresa com toda a fluidez possível.

“O site na verdade é um conjunto onde todos os nossos outros canais deságuam. Independente de onde o nosso parceiros escolher para interagir conosco ele será atendido de forma a resolver sua demanda. A jornada de compra pode passar por todos esses canais”, sustenta o executivo.

Para anunciar a novidade a quem interessa, as agências e operadoras, a companhia já começou uma série de ações de divulgação que envolvem e-mail marketing, publicações na imprensa e vai colocar os times comerciais para fazer visitas.

NOVEMBRO HISTÓRICO
Enquanto a nova ferramenta não começa a rodar, a rede Deville comemora os bons números de vendas diretas realizadas em novembro. O mês que teve no meio uma Black Friday de uma semana resultou num recorde histórico.

“Nunca fizemos tantas vendas diretas pelo site como em novembro”, revela Carvalho. As negociações concluídas ficaram 78% acima do visto no mesmo período em 2019, antes da pandemia.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA