ECONOMIA E POLÍTICA

Marcelo Álvaro propõe a Bolsonaro isenção de vistos

Gustavo Messina/Ministério do Turismo
Ministro do Turismo, Marcelo Alvaro Antonio se reuniu hoje com Bolsonaro para propor medidas
Ministro do Turismo, Marcelo Alvaro Antonio se reuniu hoje com Bolsonaro para propor medidas

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, apresentou hoje ao presidente Jair Bolsonaro um pacote com uma série de medidas pensadas para impulsionar o Turismo do País. Entre elas, soluções para alguns dos principais entraves do setor, como promover uma melhoria no ambiente de negócios para atrair investimentos, ampliar a conectividade aérea e atrair ainda mais visitantes estrangeiros para o País.

ISENÇÃO DE VISTOS E ÁREAS ESPECIAIS

O último tema foi o que teve a proposta mais concreta apresentada: a isenção de vistos para turistas dos Estados Unidos, da Austrália, do Canadá e do Japão. São os mesmos países que ganharam o benefício dos vistos eletrônicos para entrar no País em 2017 e, desde então, ampliaram as visitas em 35%. O ministro Marcelo Álvaro se apoia ainda na Organização Mundial do Turismo, que atesta isso ao lembrar que facilitação de visto tende a ampliar cerca 25% o fluxo de viajantes de outros países.

Um assunto antigo também foi debatido, a criação das Áreas Especiais de Interesse Turístico, as AEITs. Elas seriam criadas a partir da identificação de áreas prioritárias para atração de investimentos, usando Cancún, no México, como exemplo. Ao menos uma área seria criada em cada Unidade Federativa do País.

META BILIONÁRIA

A expectativa do ministro do Turismo com a proposta é que o número de estrangeiros supere a casa dos 6,6 milhões e quase dobre, chegando a algo em torno de 12 milhões de visitantes e ampliando a receita gerada pelos turistas internacionais de US$ 6,5 bilhões para US$ 19 bilhões. A pasta espera ainda que cerca de dois milhões de empregos sejam gerados, e 40 milhões de brasileiros sejam incluídos no mercado de viagens domésticos. Todas as metas fazem parte do Plano Nacional do Turismo 2019-2022.

“Tenho absoluta convicção de que essas medidas são o que faltam para que o Turismo em nosso País dê um salto definitivo em direção a um novo patamar, sendo responsável por um novo clico de geração de riqueza, emprego e renda em todo o território nacional", afirmou o ministro Marcelo Álvaro, que confia para isso na compreensão do chefe de Estado: "O presidente Jair Bolsonaro acredita no trabalho que está sendo desenvolvido e estou confiante na adoção dessas iniciativas", encerrou.

Flickr/Família Bolsonaro
Ministro diz prezar de confiança e apoio de Jair Bolsonaro para medidas
Ministro diz prezar de confiança e apoio de Jair Bolsonaro para medidas

EMBRATUR
Faz parte do documento apresentado por Marcelo Álvaro à Jair Bolsonaro ainda a modernização da Lei Geral do Turismo, a transformação da Embratur em Agência de Promoção Turística Internacional e a entrega de terrenos e prédios da União com potencial turístico para a gestão do Ministério do Turismo.
 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA