A opinião do mercado sobre a MP 907 está aqui

|

Netto Moreira
A MP907, assinada pelo presidente Jair Bolsonaro na semana passada, afeta diretamente o Turismo. Ao mesmo tempo, a medida provisória é de boas e más notícias ao setor, ao trazer de volta o fantasma do IRRF sobre remessas ao Exterior, mas também ao atender reivindicações antigas do Turismo, principalmente receptivo, como a transformação da Embratur em agência de fomento.

Em sua edição 1.401, a Revista PANROTAS foi a campo ouvir alguns dos principais líderes do Turismo nacional sobre a assinatura. Nomes como Marcelo Álvaro Antônio, ministro do Turismo, Magda Nassar, presidente da Abav Nacional, que esteve na batalha pela diminuição do imposto em 2016, governo Dilma Rousseff, quando ainda liderava a Braztoa, Marco Ferraz, presidente da Clia Brasil e parceiro de Magda na mesma briga há três anos, tal como Roberto Nedelciu, atual presidente da Braztoa e Sergio Souza, presidente da Resorts Brasil, foram ouvidos. Abear e outras entidades também se manifestaram.

O copo está cheio & vazio. Não é uma questão de ponto de vista, mas sim de um fato: há notícias ruins, como a da nova regra para tributação, e boas, como a transformação da Embratur em agência e o fim da arrecadação de direitos autorais via Ecad. Sobre esta última, o presidente da FBHA, Alexandre Sampaio, e o da ABIH Nacional, Manoel Linhares, também comentam.

Confira toda a análise na edição desta semana, que já começou a circular, mas você pode ler na íntegra pela versão digital a seguir. Quem recebe a Revista PANROTAS por Whatsapp também poderia ter lido já na sexta-feira passada. Saiba como clicando aqui.



 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA