10 Tendências (imediatas) do Turismo captadas no Fórum PANROTAS

|


PANROTAS / Filip Calixto
O evento reuniu 1,3 mil profissionais de Viagens e Turismo nos dias 21 e 22 de junho
O evento reuniu 1,3 mil profissionais de Viagens e Turismo nos dias 21 e 22 de junho
O Fórum PANROTAS 2022 reuniu, em 21 e 22 de junho, na FecomercioSP, mais de 1,3 mil profissionais de Viagens e Turismo, e, além de sentirmos o pulso do setor nesse momento, conseguimos desenhar os próximos passos e tendências dessa indústria, ainda machucada e sentindo os efeitos dos meses de paralisação e das restrições geradas pela pandemia de covid-19.

Vamos a algumas delas:

1 As passagens aéreas estão 70% mais caras que no mesmo período de 2019 (dados da Latam Airlines) e toda pesquisa disponível sobre o tema aponta para o mesmo resultado, com índices diferentes, dependendo do período e rotas analisadas. O presidente da Latam, Jerome Cadier, foi direto em sua apresentação: as tarifas aéreas continuarão aumentando, já que não há perspectiva de diminuição de custos (do combustível à necessidade de contratação de mais pessoal, do câmbio do dólar frente ao real à inflação).

2 O alto custo das passagens aéreas já impacta na demanda. A curva ascendente de passageiros no Brasil já apresenta sinais de queda em alguns momentos, devido ao preço dos bilhetes na estratosfera. O passageiro pisa no freio e vê alternativas de data e destinos.

3 A recuperação da malha aérea internacional segue a passos mais lentos, mas as perspectivas são boas. A Gol deve retomar sua malha para o Exterior até o final de 2022. A Latam apenas em 2023, com mais oferta sendo adicionada ainda este ano. Entre os anúncios feitos no Fórum PANROTAS tivemos mais voos da Latam (como Fortaleza-Miami e Porto Alegre-Lima, além da volta de São Paulo-Roma); Gol (malha recomposta até fim de 2022, para Argentina; Bolívia; Chile; Estados Unidos; México; Paraguai; Peru; República Dominicana; Suriname e Uruguai); volta do Rio-Nova York, da Delta Air Lines; e ponte aérea São Paulo-Buenos Aires, parceria da Gol com a Aerolíneas Argentinas. Empresas como Copa Airlines e Aerolíneas Argentinas estão com malha superior a 2019, com perspectivas de mais ligações. A companhia aérea colombiana de baixo custo Viva, que fará parte do Grupo Abra, de Gol e Avianca, chegou ao Brasil com voos para seu hub em Medellin e de lá para Caribe e Estados Unidos.

4 As companhias aéreas declararam guerra às OTAs que vendem milhas de seus programas de fidelidade. O presidente da Latam, Jerome Cadier, chamou essas OTAs de câncer do Turismo, e prometeu acabar com essa prática não permitida pelos programas das empresas aéreas. Marcas como MaxMilhas e 123 Milhas estão na mira das aéreas.

5 A aparente volta à normalidade esconde uma realidade que não pode ser negada: os hábitos dos consumidores de Turismo mudaram. Nômades digitais, colaboradores com rotinas mais flexíveis, bleisure e anywhere office vieram para ficar. As aéreas nacionais, por exemplo, já sentem a quinta-feira como um novo dia de pico de viagens (e não mais, ou não somente a sexta-feira). Países e destinos, como o Rio de Janeiro, têm programa para nômades digitais, com facilidade de visto. Hotéis estão mais flexíveis e prontos para estadas longas.

6 O lazer é a bola da vez. No Fórum PANROTAS 2022, tivemos o lançamento do Grupo Leceres, novo nome da GJP Hotels, que terá 40 hotéis até o final do ano, além de parques aquáticos, restaurantes e atrações. O foco no lazer também foi tema dos painéis de cruzeiros marítimos e parques temáticos e as perspectivas são de grandes investimentos nesses setores no Brasil.

7 As viagens corporativas voltam aos poucos, com contratos mais rígidos, TMCs mais atentas a quanto cobram por seus serviços e a aprovação de viagem mais demorada e com mais regras. Mas empresas como a Flytour Business Travel, Kontik e a Copastur já se preparam para vendas de mais de R$ 1 bilhão este ano. No caso da Copastur, o faturamento de R$ 1,5 bilhão será 50% maior que o de 2019.

8 As grandes companhias de distribuição da América Latina, Despegar, CVC Corp e BeFly à frente, devem investir ainda mais em consolidação e expansão pela região. Conseguem fazer frente a gigantes como Expedia e Booking, mas pelo que vimos no Fórum PANROTAS, tudo pode acontecer entre esses players. Dias de muita movimentação à frente, de olho no viajante latino-americano.

9 Diversidade, inclusão e sustentabilidade não são mais teoria ou cota de marketing social. Não apenas as empresas investem em negócios baseados nessas questões sociais como o público (diverso e inclusivo) quer fazer negócios com empresas atentas a esses itens. Quem basear seus negócios em suas próprias opiniões e fechar os olhos para o mercado da diversidade pode não estar aqui para contar a história em poucos anos.

10 Pesquisa da TRVL Lab divulgada no Fórum PANROTAS mostrou que a percepção dos viajantes em relação aos agentes de viagens é extremamente positiva. Os consumidores continuarão usando a multicanalidade, e comprarão do fornecedor, das OTAs, de onde lhes for mais conveniente. Mas o agente de viagens é percebido como um canal diferenciado, que agrega serviço, expertise e facilita todo o processo.

Confira alguns números apresentados pelo TRVL Lab: 33,8% dos passageiros se motivam a viajar nacionalmente ao receber um e-mail promocional ou recomendação de uma agência de viagens, e o número sobre para 42,25% quando o assunto são viagens internacionais.

• De acordo com a pesquisa, para as viagens nacionais, o canal preferencial são as agências de viagens on-line, mas ocupando a segunda posição, com 55,07%, estão as agências de viagens tradicionais. Dados apontam que 19,81% preferem ir a uma loja física. Considerando que parte deste número são agências de viagens, esta soma ampliaria a vantagem das agências tradicionais sobre as OTAs.
• Utilizar os serviços de uma agência de viagens é imprescindível para 49,76%. O agente de viagens é visto como um facilitador, alguém importante, que oferece informações técnicas. Brasileiros utilizam agências de viagens pela facilidade e comodidade, segurança e atendimento personalizado.
• 64,79% das pessoas ouvidas solicitarão sua próxima reserva internacional para uma agência/agentes de viagens. Acesse a pesquisa completa em trvl.com.br. Assista às palestras do Fórum PANROTAS 2022 em nossa página no Facebook.

Esta matéria é parte integrante da Revista PANROTAS EDIÇÃO ESPECIAL FÓRUM PANROTAS 2022, cuja versão digital completa pode ser conferida abaixo.


 AVALIE A IMPORTÂNCIA DESTA NOTÍCIA